Descubra chá antioxidante perfeito para secar a barriga e rejuvenescer

O chá em questão é rico em teanina, clorofila e cafeína, além de possuir efeito diurético

atualizado 10/08/2022 17:50

Getty Images

Os chás são compostos naturais que, quando bem recomendados, podem oferecer diversos benefícios à saúde. Um chá que ganhou os holofotes nos últimos tempos foi o chá verde. Há, no entanto, um derivado dele que promete benefícios ainda mais expressivos.

Para quem não conhece, o matcha é uma forma em pó do chá verde (Camellia sinensis). A bebida é consumida há mais de mil anos no Japão. O que a diferencia é a forma de produção. Nas semanas que antecedem sua colheita, as plantas do chá são cobertas para evitar a luz solar direta, fazendo com que a produção de clorofila aumente, conferindo ao matcha a característica coloração verde escura.

Graças a essa forma de produção, o chá produz mais compostos benéficos à saúde. Dentre eles, destaque para a teanina, a clorofila e a cafeína.

Uma porção desse chá pode conter de 55 mg a 130 mg de cafeína. Vale lembrar que o FDA, a agência reguladora dos Estados Unidos, recomenda manter uma ingestão de até 400 mg de cafeína por dia.

A cafeína pode conferir alguns benefícios ao organismo. Ela melhora a performance atlética, eleva a atenção e, ao reduzir o cortisol, conhecido como hormônio do estresse, turbina o humor.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

Emagrece e combate o envelhecimento precoce

No matcha, além dos benefícios pela cafeína, desfrutamos dos benefícios das catequinas e dos fitoquímicos, que ajudam a aumentar o pico de energia produzida pelos alimentos. Para se ter ideia, a bebida possui esse efeito 137 vezes maior do que o chá verde — e tem gosto semelhante.

Pelo alto teor de l-theanina, o matcha ainda ajuda no foco e na concentração, na função revitalizante e no combate ao envelhecimento. Para quem sofre com retenção hídrica, ele pode ser um excelente aliado, já que promove efeito diurético.

Além de prevenir doenças inflamatórias como diabetes, colesterol alto e síndrome metabólica, o chá é um excelente aliado no controle do peso. Ele auxilia a acelerar o metabolismo.

Muitos estudos já conseguiram correlacionar a ingestão desse chá antioxidante à perda de gordura corporal e ao aumento do gasto energético.

Motivos para investir nesse chazinho não faltam, mas lembre-se: a ingestão de uma boa quantidade de água ao tomar a substância é primordial.

O chá deve ser evitado por gestantes, lactantes, pessoas que sofrem de ansiedade, gastrite e outras desordens. Antes de tomá-lo, busque a orientação de um profissional.

(*) Thaiz Brito é nutricionista pós-graduanda em Nutrição Esportiva Clínica

Mais lidas
Últimas notícias