Alimentação rica em açúcar e gordura causa acne em adultos, diz pesquisa

O estudo mostra a conexão entre espinhas no rosto e “padrão alimentar denso em energia”

atualizado 13/07/2020 20:18

Andrea Piacquadio/Pexels/Reprodução

Todo mundo já escutou que comer chocolate em excesso pode causar espinhas no rosto de adultos, assim como alimentos oleosos, batatas fritas e bebidas alcoólicas. A ligação entre hábitos nutricionais e estética vai além da sabedoria popular e foi comprovada cientificamente em um estudo publicado na revista médica JAMA Dermatology. Por meio da pesquisa, foi comprovado como a alimentação afeta a pele e o aparecimento de acne.

Durante oito meses, 24.452 participantes foram acompanhados e classificados de acordo com o estágio da acne e o tipo de alimentação. O resultado encontrado foi uma “associação significativa entre a acne atual e o consumo de produtos gordurosos e açucarados”.

De acordo com Joshua Zeichner, diretor de pesquisa clínica e cosmética em dermatologia do Hospital Mount Sinai, em Nova York, nos Estados Unidos, a conclusão do estudo comprova cientificamente que a dieta tem um impacto significativo em nossa saúde em geral.

À revista Allure, o dermatologista Claire Chang complementou que o impacto de determinados alimentos não é o mesmo em todas as pessoas. É preciso levar em consideração variáveis como histórico, idade e condição de saúde.

“Alguns pacientes podem ter gatilhos alimentares e outros não. Se meus pacientes acharem que um alimento específico é um gatilho para a acne, recomendo evitar esses alimentos”, afirmou.

0

O consumo elevado de açúcar e gordura não é o único fator que influencia o aparecimento de acne em pessoas adultas. A genética, o estilo de vida e o grau de estresse também causam espinhas e problemas faciais, como rugas.

“Uma dieta pobre pode desencadear acne em pessoas geneticamente predisposta. Mudar sua dieta pode minimizar o risco de surtos de acne, mas isso não mudará sua genética”, assegura Joshua Zeichner.

Últimas notícias