Meta de Meghan ao ceder entrevista a Oprah não foi atingida. Entenda

Segundo o especialista em realeza britânica Tom Quinn, a duquesa de Sussex pensou que o bate-papo teria outros desdobramentos

atualizado 26/07/2021 11:29

Príncipe Harry, Meghan Markle e Oprah WinfreyGetty Images

Meghan Markle esperava um pedido de desculpas da família real após sua polêmica entrevista a Oprah Winfrey, em março deste ano. É o que sugere Tom Quinn, autor de diversos livros sobre a monarquia.

Durante o bate-papo com a apresentadora norte-americana, a duquesa de Sussex confessou que sua saúde mental estava muito fragilizada e que, ao pedir ajuda, foi ignorada pelos membros da realeza britânica. Mas, de acordo com Quinn, Meghan não tinha a intenção de difamar a Coroa com esse desabafo. Segundo o autor, ela buscava apenas um pouco mais de empatia.

“Ela esperava um pedido de desculpas. Ela esperava que ligassem e dissessem: ‘Sentimos muito, agora vemos que você suportou demais. Devíamos ter nos comportado de maneira diferente, devíamos ter nos sentado em família e discutido seus problemas de saúde mental’”, disse ele ao Channel 5.

0

“Acho que ela ficou horrorizada depois que a reação da família foi tão negativa e eles não responderam da maneira que ela queria”, continuou o especialista.

A entrevista de Meghan e príncipe Harry a Oprah voltou os holofotes da mídia para os bastidores da realeza e mostrou, mais uma vez, que a vida dos familiares da rainha Elizabeth II não é perfeita como aparenta.

Para lembrar as revelações mais bombásticas do bate-papo, clique aqui.

Quer ficar por dentro das novidades de astrologia, moda, beleza, bem-estar e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesastrologia

Últimas notícias