Médico revela se malhar na gravidez, como Pugliesi, prejudica o bebê

Veja ainda a opinião de personal trainer sobre o tema

atualizado 09/05/2022 17:17

Gabriela PugliesiReprodução/Instagram

Gabriela Pugliesi está à espera do primeiro filho. Radiante, a musa fitness compartilhou a novidade nas redes sociais nesta segunda-feira (9/5), deixando os fãs em polvorosa. O bebê é fruto do relacionamento dela com o rapper e artista plástico Tulio Dek.

Em entrevista a Leo Dias, colunista do Metrópoles, a influencer deu detalhes inéditos sobre a gravidez. “Passei (as últimas semanas) superbem! Os primeiros três meses, que geralmente são os mais difíceis para as mulheres, foram muito tranquilos! Não tive enjoo, só muito sono, o que é normal! E o meu paladar mudou muito! Só quero comer frutas cítricas e geladas. Mas não posso reclamar de nada. A gravidez até agora está sendo um sonho! Continuei a vida normalmente, até com os exercícios físicos, eu só diminuí a intensidade. Porque está tudo ótimo comigo e não tenho nenhuma restrição”, revelou.

0
Malhar durante a gravidez pode afetar negativamente o bebê?

Segundo o ginecologista e obstetra Carlos Moraes, treinar moderadamente durante o período gestacional não prejudica o bebê, pelo contrário. “Recomendamos que as gestantes pratiquem exercícios físicos para liberar endorfina, o hormônio do bem-estar”, elucida.

Mulheres sedentárias, no entanto, devem evitar atividades físicas nas 12 primeiras semanas de gestação, período de maior risco para toda e qualquer gravidez. “Por precaução”, justifica.

Especialista em perinatologia pelo Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Albert Einstein, o médico ainda recomenda exercícios adaptados para essa nova e delicada fase da vida. “A frequência dos exercícios pode permanecer a mesma, mas a paciente deve optar por movimentos adaptados, sempre sob a supervisão de um preparador físico”, orienta. “Diminua, por exemplo, o peso dos exercícios e aumente as repetições”, aconselha.

De acordo com ele, as modalidades mais indicadas para as futuras mamães são natação, hidroginástica, yoga e caminhada — todas de baixo impacto.

O que dizem os personal trainers

A personal trainer Carol Borba, que também está à espera do primeiro filho, ressalta a importância dos exercícios físicos durante a gestação. “Eles ajudam a evitar a diabetes e a hipertensão gestacional”, exemplifica.

A liberação médica para seguir se exercitando durante a gravidez, entretanto, é essencial. “Ainda é importante escutar os sinais do corpo e lembrar que, nesse momento, a prioridade é dar à luz um bebê saudável”, frisa.

Ela recomenda, assim como o médico, diminuir a carga dos exercícios e realizar agachamentos de baixo impacto.

Quer ficar por dentro das novidades de astrologia, moda, beleza, bem-estar e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesastrologia

Mais lidas
Últimas notícias