Burnout parental: quando o esgotamento dos pais vira problema

O burnout parental é mais comum em mulheres e acontece quando os pais ficam completamente sobrecarregados pelo trabalho com o bebê

Mulher segura bebê de colo com expressão de cansaçoReprodução/Mil Dicas de Mãe

atualizado 24/03/2020 11:55

Para quem nunca ouviu falar, o burnout parental é aquela sensação de extremo cansaço e exaustão relacionada à criação dos filhos. Evidentemente, toda mãe e pai de recém-nascido se cansa com os cuidados que o filho exige. O que diferencia o burnout é que a sensação de descanso nunca chega. Os pais podem ter uma noite inteira de sono, mas continuam se sentindo extremamente cansados.

Em alguns casos, o burnout parental leva à negligência no cuidado dos filhos, justamente porque o pai ou a mãe não aguentam mais a carga que incide sobre eles.

Em último grau, pode ocorrer violência (verbal e física) com o pequeno. Muitas mães que se sentem péssimas porque acabaram gritando com o filho além da conta e, até mesmo, dando uma palmada no bebê simplesmente porque perderam o controle em função do cansaço.

Como mudar essa rotina nem sempre é uma opção, o caminho é procurar ajuda profissional. Saiba mais no blog Mil Dicas de Mãe.

Últimas notícias