“Pepeca power”: sete objetos decorativos que celebram o corpo feminino

Seios, vulvas e outras partes do corpo feminino, ainda considerados tabu, viraram inspiração para marcas de artesanato e objetos de décor

atualizado 08/07/2020 14:12

Apesar de serem tema de muitos debates, o corpo e a sexualidade da mulher seguem, ano após ano, envoltos por uma série de tabus. Enquanto a possibilidade de tirar a camisa é natural para os homens, por exemplo, os seios femininos seguem erotizados, perpetuando uma série de facetas do machismo.

Na contramão, diversas marcas abraçam a filosofia do sagrado feminino e criam produtos com símbolos que ainda são alvo de preconceito, no intuito de reverenciar e espalhar mensagens mais empáticas sobre o corpo e o universo da mulher.

É o caso do coletivo brasiliense Mamilos Subversivos, “que borda, subverte e luta contra a sexualização dos mamilos”. A marca comercializa bordados e crochês decorativos com estampas e formato de seios.

“Mamilos femininos estão sempre relacionados a um conteúdo sexual ou inapropriado, e eles nem são órgãos sexuais. Mulheres amamentando, por exemplo, tem suas fotos deletadas ou censuradas nas redes sociais, mas a mente sexualizada e suja é do patriarcado. Mamilos são polêmicos desde sempre e queremos mudar isso”, diz Camila Maia, uma das criadoras do coletivo.

A Miragem Cerâmica, de Brasilia, também costuma usar a temática do corpo feminino em seus trabalhos e produtos.

“A ideia é refletir a liberdade feminina, de ser o que e quem quisermos, uma sereia delicada ou uma ‘mulher tigre’. Manifestar a liberdade de fluir nossos sentimentos, enfrentando um dragão ou amamentando uma onça. Retratar essa conexão com a natureza, como nós a nutrimos e como somos nutridas por ela”, justifica a artesã Bruna Daibert, ao Metrópoles.

Ficou com vontade ter uma referência como essa em casa ou de presentear e empoderar alguém? Pesquisamos marcas e produtos com referências ao corpo feminino para te ajudar na escolha.

Confira a seleção:

 

0

Últimas notícias