Kinfolk: nova tendência de décor transforma a casa em refúgio de paz

Simplicidade, respeito à natureza, cores neutras e materiais rústicos estão entre as apostas dos entusiastas do slow lifestyle

atualizado 08/04/2021 18:10

Sala de jantar minimalistaReprodução / Pinterest

Já imaginou viver de forma um pouco mais desacelerada e decorar a casa com o mínimo ao redor? Essa é a ideia dos adeptos do Kinfolk. O conceito, inspirado no movimento Slow Living e no estilo de vida Amish, vai muito além da estética e tem como fundamento a busca por uma vida lenta, com mais equilíbrio, sobriedade e próxima da natureza. Não é à toa que uma das mais conhecidas revistas norte-americanas de lifestyle carrega o mesmo nome da tendência.

Centrando-se apenas no que é essencial, o Kinfolk é um manifesto contrário a tudo que possa ser um empecilho para alcançar uma vida mais plena, como maus hábitos alimentares, consumismo excessivo e acúmulo de coisas.

A tendência se adapta muito bem ao décor. Isso porque ela agrega detalhes do boho, do escandinavo, do vintage e até do industrial. Não existe regra. O  Kinfolk é múltiplo, e não segue “regras” pré-delimitadas. O importante é projetar o lar de forma que ele facilite a vida cotidiana e, claro, reflita nossa individualidade e valores.

Mas afinal, como decorar uma casa inspirada no Kinfolk? Confira algumas dicas!

Menos é mais

Lembre-se que a ideia é decorar o lar com o mínimo ao redor. Portanto, nada de abarrotar os cômodos com tralheiras. Prefira uma quantidade mais reduzida de móveis, de forma a evidenciar a amplitude dos ambientes. Espaços amplos propiciam uma maior atmosfera de quietude, serenidade e contemplação, o que já é meio passo para uma vida mais simples e desencanada.

0
Uma ode aos materiais naturais

Do chão aos móveis, não economize nas matérias-primas. Lembre-se que uma maior variedade de materiais, formas orgânicas e texturas fará de sua casa um refúgio cheio de estímulos para os sentidos.

Priorize em tudo, sempre que possível, a madeira, mas não se acanhe em misturar outros materiais, como o ferro, o aço e o vidro. Outras fibras naturais, como a palhinha, o bambu, o algodão, o linho, a lã e a argila também podem marcar presença nos detalhes dos móveis e em outros acessórios, a exemplo de cestos, cachepôs, mantas, tapetes, almofadas e macramês.

0
Paleta neutra e suave

Para as paredes e detalhes dos ambientes, aposte em cores neutras e atemporais, como branco e cinza. Tons terrosos, como marrom, areia, terracota e nude, caem como luva nessa estética.

0
Garimpo de móveis e objetos: comprar menos para viver melhor

Parte da filosofia do Kinfolk passa essencialmente por um modo de consumo mais sustentável – isto é, tomar decisões de compras com calma, consciência e intenção. Portanto, se possível, escolha móveis e mobílias já usadas. Invista em peças artesanais e garimpe lentamente objetos com história, de forma a construir um décor autêntico e que faça sentido apenas para você.

0
Muito verde pela casa

Abrace a tendência Urban Garden e reserve pequenos cantinhos para compor “jardins” pela casa (essa dica também vale para quem mora em residências pequenas, hein?). As plantas, além de serem itens de decoração certeiros, ainda trazem frescor ao ambiente e permitem um contato maior com a natureza.

0

Últimas notícias