*

É a primeira segunda-feira de 2017, dia oficial de começar a dar seguimento àquela lista de metas e desejos para o novo ano que você organizou no sábado antes da virada.

Claro que soa mais fácil do que parece. Até pesquisadores já sabem disso. Um estudo feito pela Universidade de Scranton, nos Estados Unidos, concluiu que apenas 8% das pessoas que fazem promessas de ano-novo conseguem colocá-las em prática depois.

Para ajudar você a ficar entre esse seleto grupo de bem-sucedidos, separamos dicas para te inspirar a não começar o ano já procrastinando a listinha de metas. Mexa-se!

“Em 2017 eu vou ser fitness”

Se um estudo acadêmico sobre resoluções fosse feito, provavelmente a de virar a nova Gabriela Pugliesi estaria entre as mais citadas. Mas, como nenhum abdômen travado aparece da noite para o dia, vale usar truques para não perder o foco de vista.

1. Use as redes sociais a seu favor:  Siga menos sorveterias e brigadeirias e mais perfis saudáveis e de “musas fitness” do Instagram. No mínimo, você vai se sentir culpada por estar comendo um hambúrguer enquanto elas almoçam batata doce. No máximo, vai aprender receitinhas gostosas e leves para variar o cardápio.

2. Pondere as “modinhas”: Tem que se matar no tal do HIIT na esteira para ficar musa do verão? Será que abolir os carboidratos da dieta é a melhor solução? Ir para a academia de barriga vazia ajuda a emagrecer? Se informe com especialistas e escolha a melhor estratégia para seu objetivo.

3. Olha a hora! Um estudo encomendado por uma fabricante de suplementos concluiu que 11h01, 15h14 e 21h31 são os horários em que as pessoas estão mais propensas a se jogarem em um lanchinho gordo. São os “snack o’clock” (hora do lanche) e podem somar até 750 calorias.

“Esse ano eu vou ser good vibe

iStockSe você pretende abolir ou diminuir o consumo de carnes, adotar a palavra “gratidão” no lugar de “obrigado” e definir uma rotina de meditação, essas dicas são para você.

1. Yoga em casa: Vários canais na internet ensinam rotinas de yoga que podem ser feitas em casa, como complemento da sua prática diária. A maioria das professoras virtuais tem opções de todos as extensões e níveis. Só fique atento para não se machucar!

2. Aplicativos zen: Separar alguns minutos do dia para esvaziar a mente e meditar pode ser um bom começo se você pretende levar uma vida mais leve. Aplicativos de meditação guiada vão te ajudar a criar uma rotina de meditação.

3. Pretende adotar o veganismo? Viver sem alimentos de origem animal é possível e é saudável, mas gera dúvidas. Emagrece? Pode comer soja à vontade? Dá deficiência de cálcio? Metrópolesrespondeu essas e outras perguntas para facilitar a sua vida.

“Esse ano eu vou guardar dinheiro”

 

istock

1. Alimente um objetivo: Fica mais fácil separar uma parcela do orçamento quando ela já tem destino lá na frente. Que tal uma viagem de férias? A gente te ajuda a se inspirar:

Amazing selfie by @mateus_casarin ?✔Polar Express Grand Canyon, United States. Double tap if you like it !

Uma foto publicada por Selfies Pelo Mundo (@selfiepelomundo) em


2. Faça pequenas mudanças: Planejar, pesquisar preços antes de abastecer o carro, preferir as frutas da estação… Cada pequena economia conta no fim do mês para engordar a poupança. Essa lista com dicas de especialistas pode te ajudar a distribuir melhor a sua renda.

“Esse ano eu vou adotar um bichinho”

iStock


1. Dê preferência aos deficientes:
A boa ação pode ficar ainda melhor se você der lar e amor a um bichinho com alguma deficiência, normalmente esquecidos em abrigos por preconceito.

2. Adotar é demais? Dê lar temporário: Há outras maneiras de ajudar um bichinho abandonado do que apenas lhe dando casa permanente. Fazer uma doação em dinheiro para cuidadores e instituições que cuidam desses animais pode ser um começo. O segundo passo seria oferecer o seu teto temporariamente a algum bicho até que ele possar ser adotado em definitivo, já que muitos abrigos estão lotados. Saiba como aqui.

“Esse ano eu vou sentir mais prazer”

Reprodução
1. Faça um curso de tantra: Você pode descobrir níveis de prazer jamais imaginados.

2. Faça um passeio por um sex shop: Pode perder o preconceito com a lojinha. Nem a crise é desculpa. Separamos opções que começam em R$ 19,90 para você incrementar o sexo.

3. Transe menstruada: Afinal de contas, são sete dias no mês, todos os 12 meses do ano. Nessa matéria uma ginecologista tira todas as dúvidas sobre o assunto, se você quiser tentar.

4. Ame o seu clitóris: Conhecer o próprio corpo é fundamental para o prazer. Quem sabe você sinta tanto amor por ele que saia por aí usando acessórios em sua homenagem, como brincos e pulseiras. Tudo nesse link.

5. Aumente o tempo do seu orgasmo: O orgasmo feminino dura, em média, 6 segundos. A curta duração poderia ser maior não fossem “pedras no caminho”, como o machismo, a falta de conhecimento do próprio corpo ou mesmo questões de saúde. Se quiser colocar o cronômetro a seu favor, as dicas estão aqui.

“Esse ano eu vou me amar mais”

iStock1. Assuma os seus cachos: Nada de cabelo alisado. Temos um guia completo para fazer a transição do liso definitivo de volta aos cachos e crespos. Natural é mais legal!

2. Ame o seu pneuzinho: Se você não tem a menor pretensão de entrar em uma calça 36, faça da 44, 48 ou 56 o seu número do amor e exiba suas curvas com orgulho. A blogueira Simone Mariposa pode ser sua inspiração. Cansada de ouvir o que ela deveria ou não vestir, ela criou a campanha #WeWearWhatWeWant, para encorajar meninas de todos os corpos a usarem biquínis, vestidos ou burcas, se assim desejarem.

Carefree sexiness is the best kind. ?| @samanthastudio Wardrobe| @hipsandcurves

Uma foto publicada por snap|simoneswagmami ???? (@simonemariposa) em

3. Sinta-se uma deusa: Michelle Ximenes-OtEne, fundadora da ONG ADHA e da Escola de Deusas do Brasil ensina que atitudes como dançar mais, por exemplo, podem fazer muito pela sua autoestima. Não custa tentar.

4. Cumpra a meta número 1: Se uns quilinhos a menos são tudo o que falta para você ficar de bem com a vida, não custa nada tentar um estilo de vida mais saudável. O máximo que pode acontecer é você deixar o sedentarismo para trás e comer sobremesa sem culpa.



COMENTE

 
FitnesssexodietaRéveillonautoestima

Leia mais: Comportamento