Dynho e Sthe: entenda o que caracteriza traição em um relacionamento

Os peões de A Fazenda 13 trocam carícias e dormem na mesma cama. Na web, eles dividem opiniões sobre traição e amizade; psicóloga comenta

atualizado 03/11/2021 18:23

Reprodução

A relação de Dynho Alves e Sthefane Matos em A Fazenda 13 está entre os assuntos mais comentados na web. Tudo porque a dupla, que não vive um relacionamento amoroso, protagoniza cenas de carinho e proximidade no reality da Record TV. Eles já foram flagrados dividindo a mesma cama, trocando carícias e andando de mãos dadas.

Questionado sobre um suposto affair no programa, o funkeiro, que é namorado de MC Mirella, descartou qualquer romance com a influenciadora, noiva do também influencer Victor Igoh. Ele ressaltou que enxerga a peoa apenas como uma irmã, e relembrou sua situação fora do programa.

“Eu respeito a mulher que eu tenho lá em casa, maravilhosa, gostosa, rica e está lá me esperando. Eu jamais ia querer fazer alguma coisa com uma menina que é casada, jamais. Eu não sou um trouxa, uma babaca de fazer isso com um microfone na porra do peito e com um monte de câmera”, disse.

0

No entanto, o júri da internet ainda está dividido quanto à sentença. Para esclarecer o assunto, o Metrópoles convidou a psicóloga Mariane Abreu, que explica a linha tênue entre manter um relacionamento amoroso e uma relação de amizade com pessoas do sexo pelo qual você se atrai.

A especialista explica que o conceito de traição depende do que foi estabelecido com a parceria. No entanto, em uma relação monogâmica, o acordo geralmente é manter demonstrações mais afetuosas entre as duas pessoas envolvidas. “Nesse caso, as trocas de carinho com outros geralmente não são bem aceitas”, explica.

Caso o relacionamento seja aberto, os compromissos mudam. “Então a traição pode ser interpretada como uma quebra de acordo, e isso depende do que for combinado entre as pessoas que estão se relacionando.”

Atração e amizade

Quando o assunto são os laços de amizade entre homens e mulheres, ainda existem paradigmas relacionados à maneira como somos socializados desde a infância.

“No processo de separação entre o que é ‘de menino’ ou ‘de menina’, existem pesquisas que apontam sobre como meninos geralmente brincam com meninos, e vice-versa. Já existe uma aprendizagem de que diferentes gêneros não têm coisas em comum”, pondera a psicóloga.

Além disso, o machismo pode estar presente na situação, “quando o homem vê a mulher apenas de forma sexualizada ou como um objeto, e não como alguém para trocar afeto e conversar de forma não romântica ou sexual”.

Em busca de manter o respeito, a especialista reforça que o que importa é o que foi acordado dentro de cada relacionamento: “não existe regra universal”.

Posicionamento

Por conta do burburinho, a equipe de Dynho Alves se pronunciou em um comunicado oficial. “É chato vir falar sobre isso, mas se faz necessário. Amizade não escolhe cor, raça, gênero, orientação sexual, amizade simplesmente acontece! Não banalizem isso!!! A única coisa que vemos ali são 3 pessoas comprometidas aqui fora, que respeitam os seus relacionamentos e que tiveram uma afinidade e estão sendo amigos”.

O texto continuou com outras afirmações sobre a boa índole de Dynho. “Também vemos um homem que sabe como tratar, com educação, ser carinhoso, divertido sem assediar ou perturbar nenhuma mulher. Uma amizade de verdade só precisa ter honestidade, respeito, fidelidade e carinho e por isso até homens e mulheres com todas as suas diferenças podem ser amigos de verdade!”, finalizou a equipe.

O noivo de Sthefany, Victor Igoh, também se pronunciou na segunda-feira (2/11) ao ver o nome dela envolvido em polêmicas.

“Sthe teve comportamentos que me desagradaram, teve condutas que eu não concordo como companheiro, mas as atitudes dela no jogo não descaracterizam o ser humano do bem e a grande mãe que ela é. Ela não está aqui para se defender, então irei esperar esse momento chegar”, escreveu.

Quer ficar por dentro das novidades de astrologia, moda, beleza, bem-estar e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesastrologia.

Mais lidas
Últimas notícias