*

O que acontece depois do grande beijo no casamento? Felizes para sempre e lua de mel em um local exótico? Para muitas mulheres, acontece um sentimento arrebatador chamado depressão pós-casamento. Antes de se desesperar e pedir o divórcio, você precisa saber que essa dor é real. Apesar de não existir pesquisa específica sobre o assunto, uma ou duas em 10 mulheres sofrem com a condição, segundo estimativas de especialistas.

A principal causa é o choque de realidade. “Quando você passa mais de um ano preparando a festa, é difícil se desvincular. Vejo isso mais com noivas e as mães delas”, afirma o consultor de eventos Cesar Serra. Ele também aponta que algumas ex-noivas acabam trabalhando no ramo de casamento, como blogueiras ou fazendo doces e convites para cerimônia.

A psicóloga especialista em inteligência emocional Thirza Reis ressalta: o problema pode estar em como a pessoa encara o relacionamento. “Acontece muito quando o compromisso está mais envolvido com a festa do que com o significado dessa união na vida real”. Para Lia Clerot, psicóloga especialista em terapia familiar, voltar à realidade depois de viver um “faz de conta” é um grande contraste.

Para os especialistas, o problema atinge, na maioria das vezes, as mulheres. Cesar revela não ter conhecimento de nenhum homem com esse tipo de depressão. As duas psicólogas confirmam. “Na grande maioria dos casos, a cerimônia é orquestrada pela noiva. Tem muito da educação das mulheres, preparadas para encontrarem no casamento seu momento de princesa e seu ‘felizes para sempre'”, comenta Lia.

iStock

De acordo com Thirza, esse tipo de depressão é mais comum em mulheres devido a uma construção de gênero. “Atinge mais elas pelo estímulo ao longo da vida para sonhar com o casamento como uma festa, rito e celebração, e não como vida conjugal”. Para Lia, os homens também podem sofrer disso, mas não falam sobre o incômodo. “Mesmo que eles vivam esse sentimento, eles acreditam fazer parte da nova rotina porque associam o matrimônio à perda de liberdade”.

A depressão pós-casamento não é classificada como doença igual a outras manifestações. Mesmo assim, a psicóloga Lia alerta: “Acarreta muitos problemas para a saúde, como insônia, falta de apetite, isolamento, angústia, ansiedade e estresse”. Apesar de confundir a pessoa com ter assumido o compromisso, a especialista ressalta que falta de amor não é a causa do problema.

Em entrevista ao Daily Mail, o membro da Associação Britânica de Psicoterapia Phillip Hodson afirma que uma em cada 10 mulheres passa por um período de tristeza depois da cerimônia. Para superar esse sentimento, uma dica é esperar a rotina trazer certo conforto.

Lia recomenda enfrentar o problema de frente, por meio de conversas. A psicóloga aconselha se preparar para ouvir críticas e entender que o casal está se adaptando à nova realidade. “A solução é encarar, entender e aceitar essa nova fase da relação. Além disso, é importante construir outras possibilidades de se viver nessa relação”, indica Thirza.



COMENTE

 
casamentodepressãoAmorrelacionamentos