Como ter mais paciência ao estudar em casa com seu filho

O Metrópoles convidou profissionais da educação e da psicologia para orientar como agir na hora do desespero

Mãe e filho estudandodamircudic/GETTYIMAGES

atualizado 09/04/2020 12:27

A educação escolar dos filhos requer paciência e sabedoria dos pais. Além dos compromissos do trabalho e das atividades domésticas, acompanhar as crianças nas aulas remotas em tempos de quarentena é uma missão desafiadora.

“É normal as crianças se sentirem estressadas ou desmotivadas para cumprirem as tarefas, já que estão afastadas do ambiente escolar”, explica a pedagoga Luciana Fidanza.

“Os pais devem tentar colocar-se no lugar dos filhos e entender que um novo conteúdo nem sempre será aprendido com tanta facilidade. Isso pode gerar frustrações tanto nos adultos quanto nos pequenos. Ensinar exige comprometimento, respeito às individualidades e muita afetividade”, orienta a educadora.

O isolamento social é uma situação estressante para todos e, portanto, exige cautela.

“É um momento de flexibilidade e união. Se em cada videoaula houver uma discussão, a vida se tornará insustentável”, alerta a psicóloga Sirlene Ferreira.

O Metrópoles convidou as duas profissionais para dar algumas dicas de como manter a sanidade e não perder a paciência ao ensinar os pequenos para que não haja gritarias ou brigas.

Veja e aplique em casa com seu filho!

1. Aproveite a quarentena para solicitar ajuda do seu filho para tarefas que agregam conhecimento. Solicite que escreva a lista de compras e peça pra ele separar a quantidade necessária de legumes e ovos. Acredite: ele estará aprendendo.

2. Estabeleça, na medida do possível, uma rotina para as crianças que inclua horários para as obrigações, momentos de lazer e descontração.

3. Determine um local de estudos. Quanto mais agradável e distante de distrações for o ambiente, melhor para a aprendizagem.

4. Dedique um tempo para que pais e filhos organizem juntos o conteúdo que será estudado. Isso facilita o processo de estudo e traz um resultado positivo.

Pai e filho lendo
É necessário ter cautela ao estudar com as crianças

5. A motivação é muito importante para o estudo. A aprendizagem precisa ser significativa para as crianças. Os pais devem sempre orientá-las e estimulá-las.

6. É valido lembrar que cada criança é única e aprende de uma forma diferente. Esse período de isolamento social, no qual os pais estão acompanhando mais de perto o desenvolvimento escolar dos filhos, é uma boa oportunidade para que busquem conhecê-los melhor, entendendo suas dificuldades e potencialidades.

7. Uma boa dica é adotar estratégias lúdicas de ensino. A ludicidade costuma funcionar muito bem para auxiliar no processo educativo das crianças.

Últimas notícias