*

Monique Amin foi uma das convidadas do programa Superpop dessa segunda-feira (2/7). A modelo, participante do Big Brother Brasil 12, abriu o coração e revelou ter sido vítima de um relacionamento abusivo logo após sair do reality.

“Eu tinha acabado de sair do Big Brother Brasil e a pessoa no início me aceitou, depois passou a cortar meus trabalhos. Comecei a perceber quando eu estava sem trabalho que não via minhas amigas, não ia ao aniversário da minha mãe, vivia a vida dele”, contou.

No BBB12, ela se envolveu em uma polêmica após ter sido supostamente estuprada. Segundo Monique, por conta disso, a relação com o empresário Celso Martello Jr. a fragilizou ainda mais. “Já saí de lá fraca, precisava de alguém que me desse um suporte, que me desse a mão e caminhasse comigo”, disse.

“No começo ele deu [apoio], mas chegou a um ponto que minhas amigas não podiam ir na minha casa. Troquei de faculdade três vezes, tinha que provar para ele que tive teste”, lamentou a modelo, que também participou de A Fazenda: Nova Chance em 2017.

“Ele me chamava de gorda, de pelancuda. Como que de noite ele quer fazer amor com quem chamou disso?”, questionou Monique. Mesmo após se separar do namorado, a morena afirma ter passado maus bocados. “Não conseguia sair daquilo, sofri muito. Terminei ainda amando”, concluiu.