Narcan: conheça o medicamento utilizado para tratar Demi Lovato

De acordo com a polícia que a socorreu, cantora pode ter usado a medicação para reverter os efeitos da overdose

atualizado 25/07/2018 11:31

A atriz e cantora Demi Lovato, 25 anos, foi internada, nessa quarta-feira (24/7), após sofrer uma overdose. Embora não confirmado, suspeita-se que a causa tenha sido uso de heroína.

De acordo com declarações de fontes da polícia ao site TMZ, Demi foi encontrada inconsciente em sua casa, em Los Angeles, e tratada com Narcan.

O medicamento, cujo nome científico é Cloridrato de Naloxona, pode ser o diferencial entre a vida e a morte para quem luta contra o vício em drogas opiáceas legais ou ilegais e acabou de ter uma overdose.

Isso porque o Narcan pode reverter uma overdose de opiáceos e prevenir os efeitos, incluindo depressão respiratória, sedação e hipotensão. Além disso, o medicamento não apresenta efeitos na ausência de narcóticos e, como demonstrado em experimentos, não produz dependência física e química.

Em caso de emergência, antes de administrar o medicamento, é importante prestar atenção aos sintomas da overdose. São eles: respiração lenta e fraca; pele pálida ou azulada; frequência cardíaca lenta; pressão baixa; ausência de reação ou não acordar, entre outros.

Apesar de todos os benefícios do Narcan, o uso do medicamento não substitui o atendimento de assistência médica especializada para cuidados imediatos e posterior acompanhamento do paciente.

Últimas notícias