Pílula do dia seguinte: saiba tudo sobre o método de emergência

Embora popular, muitas mulheres ainda não sabem como a pílula funciona. Fique por dentro do assunto com as explicações de uma ginecologista

atualizado 10/05/2021 18:18

areeya_ann/istock

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto de Saúde em 2018, metade das mulheres em idade fértil (dos 15 aos 44 anos) já recorreram à pílula do dia seguinte. Apesar do número muito expressivo, as dúvidas relacionadas à contracepção de emergência continuam sendo frequentes – e o tabu sobre ela também.

Conversamos com a ginecologista e obstetra Julia Barbi Melim Marques para respondermos às 5 questões mais frequentes sobre o tema. Confira!

Qual a composição da pílula do dia seguinte?
Ela é composta pelo hormônio levonorgestrel, derivado da progesterona, capaz de atrasar a ovulação de modo que a fecundação não ocorra.

Leia mais no site Alto Astral, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias