Xô, espinhas! Cinco hábitos que pioram a acne e você nem desconfia

Descubra consumos e hábitos diários que estimulam a produção de oleosidade, afetando diretamente o aspecto da pele

atualizado 25/11/2020 19:34

mulher com acne no rostoFreepik

A acne é uma das alterações de pele mais comuns na população. Embora exista uma predisposição genética, o consumo de certos tipos de alimentos e alguns hábitos cotidianos podem facilitar a incidência das erupções nos poros.

O pós-doutor em genética Marcelo Sady e o médico tricologista Lucas Fustinoni listaram cinco comprovados causadores de espinhas que muitos pacientes consideravam improváveis. Veja quais são – e fuja deles:

Molho para frutos-do-mar

Apaixonados por mariscos, frutos-do-mar, sushi e outros alimentos temperados com molho shoyu devem colocar na balança que o consumo desses alimentos pode estar provocando acne. Isso ocorre em função do excesso de iodo, presente tanto no molho quanto nos peixes, que também podem estar contaminados com metais pesados, provocando inflamação no corpo e estimulando a glândula sebácea a produzir mais sebo, deixando sua pele com aspecto oleoso.

Suplementos de academia

O consumo de whey protein é comum no universo fitness. Contudo, existem estudos que demonstram que essa proteína derivada do soro do leite pode provocar picos de insulina que estimulam a produção de sebo e afetam a absorção de glicose. Isso também ocorre com o uso da maltodextrina, um tipo de açúcar usado como suplemento por atletas para recuperar os níveis de açúcar no sangue. A creatina, por sua vez, provoca o aumento do DHT, gerando queda de cabelo e oleosidade na pele.

Anticoncepcionais

O anticoncepcional é outro grande causador da acne. Existem três grupos que pioram muito a incidência de espinhas: a injeção trimestral, a injeção mensal e o DIU de Mirena. Esses tipos de métodos são terríveis quando o assunto é aumentar a oleosidade e a acne. Porém, o mesmo vale para as mulheres que vivem recorrendo à pílula do dia seguinte como contraceptivo. Todos esses hormônios são derivados da progesterona que, por sua vez, possui uma parte androgênica que aumenta a produção de sebo.

Barras de cereais

Você é adepto das barrinhas como uma opção saudável? Saiba que, em muitos casos, elas são repletas de carboidratos simples. Alimentos de alto índice glicêmico produzem picos de insulina que induzem a produção de hormônios masculinos. O resultado? Mais gordura na pele, ou seja, mais espinhas e cravos.

Fronhas de algodão

À medida que friccionamos a pele contra a fronha, a nossa cútis é estimulada a produzir mais sebo. Com isso, a fronha se torna uma verdadeira colônia de bactérias, elementos que causam a inflamação. O ideal para pacientes com acne é investir em fronhas de seda e lavá-las regularmente para evitar o acúmulo de micro-organismos.

Últimas notícias