Xô, acne! Cardápio para emagrecer e, de quebra, conquistar a pele perfeita

Especialistas evidenciam a ligação entre alimentação e problemas de pele e ensinam como valorizar a beleza de dentro para fora

atualizado 02/09/2020 12:52

belezaCoffeeAndMilk/Getty Images

Cremes antioleosidade e limpezas de pele estão longe de dar fim às erupções da sua pele? Talvez seja hora de acreditar no poder da alimentação e investir em uma “dieta contra espinhas”.

Descobertas científicas recentes evidenciam que alguns alimentos são prejudiciais à beleza da derme, entre eles, doces, carboidratos refinados, industrializados, frituras e derivados do leite. “Para ter uma pele lisa, ainda é importante reduzir o consumo de álcool e sal”, complementa a dermatologista Mariana Corrêa, integrante da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

0

No lugar desses vilões da derme, vale incluir insumos ricos em antioxidantes (uva, frutas vermelhas e chia) e zinco (aveia, semente de abóbora, castanha-do-pará). Alimentos com poder anti-inflamatório, como cúrcuma e gengibre, também são muito bem-vindos para quem busca reduzir as imperfeições da pele. “Abacate, fonte excelente de vitaminas A, D e E, ainda pode ser um belo aliado”, adiciona a médica.

Nova ameaça

De acordo com a nutricionista Bruna Garcia, da clínica Leve Descomplica, outra grande ameaça da cútis é o excesso de ômega 6. Esse ácido graxo é importante para reforçar as defesas do organismo, mas precisa estar em equilíbrio com o ômega 3 para promover esse benefício, o que está longe de acontecer. Presente em boa parte dos produtos industrializados (óleos vegetais, salgadinhos, comidas congeladas), o ômega 6 tem dominado a dieta dos brasileiros. O consumo chega a ser 20 vezes maior do que o recomendado.

“O ômega 6 desencadeia aumento da oleosidade da pele e tem ação inflamatória”, explica a profissional. Para controlar os índices desse ácido graxo e, consequentemente, melhorar a cútis, o ideal é diminuir o consumo de industrializados e incluir na dieta produtos como linhaça, peixes e frutos do mar.

“Opte, sempre, por peixes como sardinha e salmão. Eles possuem bastante ômega  3, contribuem para a manutenção dos lipídios na pele e têm ação anti-inflamatória, útil na prevenção e no tratamento de problemas de derme para além da acne, como alergia e psoríase”, revela a dermatologista Mariana Corrêa.

Além de realçar a beleza, os alimentos indicados pelas profissionais, se consumidos de maneira balanceada, ajudam a manter a saúde do corpo em geral e a reduzir o peso.

Mais lidas
Últimas notícias