*

A indústria da beleza sempre consegue se superar e trazer um tratamento ainda mais eficaz que seu antecessor. Muitos deles demoram para chegar em terras tupiniquins, mas quando desembarcam por aqui, são rapidamente adotados pelo público brasileiro — ávido por qualquer novidade neste setor.

Em Brasília a demanda é alta. Por isso, o Metrópoles resolveu selecionar as novidades das clínicas de estética da capital federal.

Além de lasers que prometem desaparecer com manchas de acne ou hiperpigmentação, entre as novidades está uma máquina inovadora onde atletas avaliam rapidamente sua aptidão geral, independentemente da atividade física que pratiquem. Há também técnicas que prometem deixar o rosto mais harmônico sem a necessidade de cirurgia plástica, e até botox sem agulhas.

Confira a lista completa:

Harmonização facial com André Marinho
Esqueça tudo o que você já ouviu falar sobre tratamentos pontuais de correção facial. Para o dermatologista André Marinho, muito mais do que tratar os sintomas que causam pequenas rugas e um olhar pesado, é preciso se concentrar na harmonização do rosto. “No conceito de beleza antigo, tratavam-se áreas isoladas. Só que a face não é formada por pedaços desconexos”, comenta o profissional.

Segundo André, todo o fundamento da harmonização facial está baseado no estudo de luz e sombra — para se ter uma noção, basta dar uma olhada nas obras do pintor italiano Caravaggio — no qual tudo tem a ver com a maneira como a iluminação reflete no rosto. Para isso, o profissional se utiliza da última geração de ácido hialurônico da linha Vycross da Allergan (a mesma fabricante do célebre Botox) para restaurar convexidades e contorno do rosto.

Getty Images

“A primeira etapa é trabalhar os eixos funcionais para trazer luz ao olhar. Num segundo momento mexemos com o eixo vertical — queixo, boca e nariz. Alcançamos resultados que a plástica não consegue porque fica natural. Além disso é instantâneo e não tem pós-operatório”, comentou o profissional, que ressalta o rosto anguloso de Angelina Jolie como um bom exemplo de harmonização facial.

Voluderm by Joana Costa
Esta é outra tecnologia inovadora que combina microagulhamento, radiofrequência e corrente galvânica. Os nomes podem ser complicados, mas a dermatologista Joana Costa adianta: é o aparelho mais indicado para auxiliar no rejuvenescimento, clareamento da pele, tratamento de cicatrizes em geral, marcas de acne, estrias e até queda de cabelo.

Voluderm/Divulgação

“Ele age na pele através de uma ponteira com 36 microagulhas que injetam uma energia híbrida estimulando a formação de ácido hialurônico, colágeno e elastina. Além dos ‘microfuros’ na pele e couro cabeludo, o Voluderm aumenta o nível de penetração dos ativos específicos, de acordo com o tratamento indicado”, orienta a profissional.

Em média são necessárias quatro sessões com intervalo de 15 dias para perceber um resultado significativo, mas Joana diz que já na segunda sessão se pode observar uma mudança. Vale lembrar: o número de sessões pode variar de acordo com o grau ou profundidade das rugas, cicatrizes e alopécia.

“O paciente pode retornar às atividades diárias no dia seguinte do procedimento. Se fizer o tratamento no rosto, ele estará vermelho e com uma leve descamação. Gestantes e pessoas com marca-passo não podem utilizar o aparelho”, comenta a dermatologista.

Laser Harmony por Adriana Isaac
Apesar de estar na categoria de lasers, o Harmony XL Pro é considerado uma multiplataforma, ou seja, uma máquina com diversas funções que tem a finalidade de tratar manchas, auxiliar no rejuvenescimento, clarear axilas, virilhas e olheiras. A versão utilizada pela dermatologista Adriana Isaac permite ainda tratamentos mais fortes, como remover vasinhos no rosto, varizes e tatuagens.

“Um dos lasers contidos na plataforma é capaz de remover pigmentos da pele. Uma das grandes vantagens dessa ponteira é a aplicação no melasma, uma mancha de difícil tratamento”, comenta a profissional.

Giovanna Bembom/Metrópoles Giovanna Bembom/Metrópoles

A ponteira de luz intensa age em vários alvos na pele, sendo muito eficiente e mais segura do que outras máquinas similares. “O número de sessões depende da indicação do tratamento. Para olheiras e melasma, por exemplo, varia de 6 a 10 sessões. Para manchas nas mãos, varia de 3 a 5 sessões. Para rejuvenescimento em geral da face, colo e pescoço, varia de 6 a 8 sessões. Para tatuagens, depende do tamanho e do tipo de pigmento, podendo levar várias sessões para a remoção completa”, explica a dermatologista.

Mesmo com uma recuperação rápida e aplicação praticamente indolor dependendo da ponteira utilizada, a Harmony XL Pro tem algumas restrições: não deve ser aplicada em gestantes e em pessoas com alguma doença de pele que contraindique o procedimento.

FitQuest por Flávio Cadegiani
Agora, se você precisa apenas ter uma noção de como está o seu desempenho físico na hora dos exercícios, o FitQuest pode ser a tecnologia mais indicada. Conhecido por ser a única máquina no mundo capaz de avaliar a capacidade física de uma pessoa, o aparelho faz uma avaliação que inclui a análise de diversas habilidades, como força, resistência, equilíbrio e impulso. Tudo isso é feito por meio de sensores, capazes de captar mil impressões por segundo.

“Ele não é parecido com nenhum outro método no mundo, por isso é algo realmente inovador. As outras tecnologias avaliam percentual de gordura, constituição corporal, medidas, mas nenhum avalia a performance física”, explica o endocrinologista Flávio Cadegiani.

FitQuest Divulgação

“O paciente demora apenas quatro minutos para realizar o teste e, ao término, prontamente recebe os resultados. O teste é 100% preciso e ele consegue mostrar de forma direta todas as habilidades do indivíduo, determinando quais aspectos devem ser melhorados no treinamento”, comentou o profissional.

Laser Alexandrita por Clarissa Borges
Mesmo com todas as alternativas acima, ainda temos o problema dos pelos. Para quem sofre com a depilação tradicional, seja pela dor ou por problemas como foliculite, a dermatologista Clarissa Borges indica o laser Alexandrita.

Basicamente, o papel do aparelho é buscar a melanina concentrada na raiz do pelo, produzindo um superaquecimento e morte do bulbo capilar, eliminando o problema de forma definitiva. A inovação fica por conta da emissão de um gás gelado que, ao resfriar a pele, retira o desconforto e dor. “Além disso, o procedimento é rápido. Uma axila pode ser feita em três minutos”, comenta a profissional.

Alexandrita/Divulgação

Clarissa orienta, entretanto, que antes de tudo é preciso fazer uma avaliação da pele e da espessura do pelo. “Áreas de estímulo hormonal, como buço e barba, podem exigir número maior de sessões, por exemplo. Mas é possível perceber diminuição dos pelos em todas as áreas desde a primeira sessão”, comenta.

Vale lembrar que gestantes, pessoas em uso de medicamentos que aumentem sensibilidade da pele à luz (como isotretinoina ou roacutan), ou de doenças que piorem com a luz (lúpus), não devem realizar tratamentos a laser em geral. “Deve-se respeitar o período de sete dias após a aplicação do laser para bronzear-se — mesmo que artificialmente. Da mesma forma que, após o bronzeamento, deve-se esperar um período mínimo de 30 dias para fazer uma nova aplicação do laser”, recomenda a profissional.

 

 



COMENTE

 
cirurgia plásticatratamento estético

Leia mais: Beleza