Linda Evangelista: o que fazer se o procedimento estético der errado?

Especialistas analisam o caso de Linda Evangelista e explicam que a complicação sofrida pela supermodelo após uma cirurgia plástica é rara

atualizado 25/02/2022 14:08

Linda Evangelista: o que fazer se o procedimento estético der errado?Reprodução/Instagram

Uma das pessoas mais fotografadas do mundo, Linda Evangelista decidiu se isolar dos holofotes há cerca de seis anos. O motivo? Um procedimento que deu errado. A intervenção estética em questão é chamada de CoolSculpting, ou melhor, criolipólise — um método não invasivo que resfria as células de gordura localizada.

Na época, Linda visava a beleza, mas foi vítima de um efeito colateral raro e irreversível que só acontece em 1% dos casos: a gordura aumentou partes de seu corpo, em vez de diminuir. Hoje, ela lida com a dor física e emocional desse resultado.

 “Não quero mais me esconder”, disse a modelo à revista People.

A matéria em questão logo suscitou o debate acerca dos procedimentos estéticos e suas possíveis (e reais!) complicações. Por isso, conversamos com alguns especialistas para entender melhor o caso da modelo e os perigos da cirurgia plástica.

Entenda todo o caso no site Alto Astral, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias