Experts apontam erros de skincare inusitados que você comete e não deveria

As profissionais garantem que, evitando alguns erros comuns, a pele fica muito mais saudável e bem cuidada

atualizado 21/08/2020 19:48

Andrea Piacquadio/Pexels/Reprodução

Quem nunca quis ter a pele do rosto semelhante a “bumbum de bebê” que atire a primeira pedra. A busca incessante por maciez e a ausência de marcas, manchas, espinhas e cravos fez do skincare uma febre nos últimos meses, com o boom de receitas caseiras e uma rotina de cuidados cada vez mais detalhada. No entanto, para que haja o efeito esperado, é preciso estar atento a pequenos erros que podem prejudicar o resultado final.

A web está repleta de informações sobre como evitar infortúnios no rosto, tanto a curto quanto a longo prazo. Porém, não há nada que substitua o conhecimento especializado. Segundo a médica dermatologista Nayane Braga, “confiar a pele a qualquer um pode trazer sérios danos e consequências”, assim como testar qualquer tipo de novo procedimento sem o aval de especialistas.

“Procurar profissionais qualificados e saber o que está fazendo traz muitas diferenças. Quando a pessoa vai a uma dermatologista, além de afastar a chance de problemas como câncer de pele, é mais assertivo no tratamento e consegue economizar em termos de produto, porque vai comprar realmente o que é necessário”, esclarece.

Um estudo produzido pela Corebiz Global mostrou que o faturamento do comércio eletrônico de cosméticos aumentou 68% entre março e junho deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. Hidratantes, séruns e tônicos foram os três mais vendidos, com alta de 128% cada um.

O aumento no consumo de produtos estéticos está relacionado com o salto na adesão ao skincare. De acordo com o Google Trends, nos últimos 12 meses, a pesquisa pelos cuidados aumentou 200% em todo o Brasil. Em uma comparação mais recente, analisando os últimos setes dias, a plataforma indica que a busca por skincare mais simples e baratos subiu até 170%.

Confira os erros mais inusitados que você comete e não deveria:

Não passar protetor solar diariamente

Apesar da eficiência comprovada, há quem não passe protetor solar no rosto regularmente. A dermatologista Cíntia Rocha explica que é um tiro no pé, um verdadeiro pecado contra a vitalidade da cútis.

De acordo com ela, os efeitos do sol na pele são cumulativos ao longo do tempo. “O recomendado é a utilização de filtro solar a partir dos 2 anos de idade”, alerta. Desde esse momento, em que a exposição aos raios solares aumentam, há o risco de câncer de pele, envelhecimento precoce e surgimento de manchas.

Nayane esclarece que também é importante reaplicar o produto ao longo do dia, de três em três horas, e preferir versões com fator de proteção solar (FPS) superior ou igual a 30. O Metrópoles já mostrou porque é preciso passar o filtro durante o home office e qual o melhor modelo para evitar marcas de sol causadas pela máscara de proteção facial.

0
Lavar o rosto com água quente

Outro consenso entre os especialistas em cuidados com a pele é a temperatura da água durante a limpeza do rosto. O ideal é que seja fria ou morna; mas quente, jamais. “Além do ressecamento, promove vasodilatação, aumento da oleosidade como efeito rebote e consequente dilatação dos poros”, explica Cíntia.

Escovar os dentes antes ou depois de lavar o rosto?

A empresa Rejuvilight, especialista em terapias com máscaras de LED, afirmou, em post no Instagram, que escovar os dentes antes de lavar o rosto é um erro. A publicação dizia que “certos ingredientes na pasta de dente podem causar irritação, ressecamento e até mesmo queimação e, quando as bactérias da boca tocam o rosto, pode formar-se acne”.

No entanto, segundo Cíntia, trata-se de um mito. “Existem vários tipos de bactérias que compõem a flora natural da nossa pele e mucosas, e nem todas são nocivas a nossa saúde. A pele íntegra não vai ser afetada por essas bactérias”, explica.

Desse modo, o maior erro relacionado à estética da pele e do rosto é não realizar a escovação dos dentes com frequência, independente de ser antes ou depois de lavar o rosto. “O cuidado principal deve ser com a saúde bucal, evitar cáries dentárias que podem evoluir para problemas cardíacos e pulmonares”, completa a médica.

 

Usar a toalha de rosto várias vezes

Sim, é preciso trocar a toalha de rosto após o usar por mais de cinco vezes. Quando sujas, os objetos transmitem impurezas para o rosto. De acordo com a Rejuvilight, “isso pode causar irritação e disseminação de bactérias, o que pode levar ao aparecimento de espinhas”.

A médica Nayane argumenta que as toalhas também não podem ser esfregadas no rosto, uma vez que podem machucar a pele, sobretudo quando há o uso de ácidos e Roacutan, conhecido remédio para combate da acne. “Melhor do que passar com força e esfregar é passar levemente, com tapinhas”, explica.

Microagulhamento caseiro

A técnica é um procedimento invasivo da pele indicado para cicatrizes, manchas na pele, rugas e outros problemas. O microagulhamento utiliza um dispositivo microagulhas que rompem a barreira cutânea e visa causar um efeito estimulador à produção de colágeno pelo próprio organismo.

A esteticista Marineth Marinho salienta que, apesar de alguns aparelhos com as microagulhas serem vendidos pela internet, é extremamente contraindicado realizar o procedimento em casa. Os riscos vão de sangramentos excessivos a infecções secundárias, com manchas escuras, típicas de períodos pós-inflamatório. Além disso, as microagulhas desses aparelhos não são esterilizadas como em um consultório profissional.

Segundo Cíntia, “é necessário que seja feito em uma profundidade que atinja a derme, o que torna o procedimento um pouco dolorido, impossível de se fazer em casa sozinha”.

Comprar ferramentas de extração de espinhas e cravos faciais

O raciocínio é simples: comprar ferramentas de extração aumenta a chance de tirar cravos e espinhas do rosto, o que pode originar manchas e marcas na pele. Embora seja melhor do que espremer com o dedo, não são itens recomendados por profissionais.

Há mais de 30 anos no ramo da estética, Marineth garante que, para evitar o aparecimento de espinhas e cravos, basta manter a pele limpa e se alimentar de forma saudável. “Muitas são as causas da acne, e o ideal é procurar um dermatologista. Pode ser hormonal, por uso inadequado de cosméticos, alimentação, sol ou outros fatores”, afirma.

Não existe milagre. “A principal dica é procurar um especialista para cuidar de você, ter uma rotina de skincare adequada, fazer limpeza de pele regularmente e usar filtro solar todos os dias”.

Últimas notícias