Conheça os mitos e verdades sobre o óleo de alecrim para os cabelos

Pensando em utilizar o óleo essencial de alecrim para tratar as madeixas? Farmacêutica esclarece as dúvidas mais comuns

atualizado 24/11/2021 10:59

Ácido hialurônico e cabeloAnastasiia Krivenok/Getty Images

Se você é apaixonada por produtos de skincare e haircare, já deve saber que o óleo essencial de alecrim é um dos queridinhos quando o assunto é beleza. A planta costuma ser bastante utilizada em temperos por causa de suas propriedades digestivas, e também tem qualidades antissépticas e antimicrobianas, o que garante diversos benefícios para a saúde do cabelo.

De acordo com a farmacêutica Kika Chammas, quando falamos de beleza o ideal é aproveitar ao máximo a planta pela maior concentração de nutrientes. “Para a produção de 10 ml de óleo essencial, é utilizado 100 quilos de planta, o que o torna muito rico em ativos que auxiliam no crescimento capilar e no combate à queda“, explica a especialista.

Veja os principais mitos e verdades sobre o produto para os cabelos!

O óleo essencial de alecrim ajuda a manter o cabelo livre de sujeiras e oleosidade?

Verdade. Ele ajuda na limpeza sem causar o ressecamento do couro cabeludo e ainda trata o bulbo capilar, atuando na desobstrução dos folículos. Também estimula o crescimento de fios saudáveis, sendo um ótimo aliado no tratamento de doenças do couro cabeludo.

Leia mais no site Alto Astral, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias