Aprenda como prender os cabelos para malhar sem prejudicar a saúde dos fios

Uso diário de rabo de cavalo apertado pode danificar os cabelos e causar até alopecia de tração

atualizado 10/07/2020 13:32

mulher correndo na rua miodrag ignjatovic/Getty Images

Para evitar o suor e refrescar a nuca, mulheres de cabelos longos costumam fazer o clássico rabo de cavalo antes de malhar. Porém, esse penteado aparentemente inofensivo pode danificar as madeixas e causar alopecia de tração, problema que provoca queda severa dos fios, quando preso de maneira muito apertada.

“Muitas pessoas não sabem, mas penteados com muita tração, como rabo de cavalo e coque, podem comprometer a saúde do couro cabeludo e, a longo prazo, afetar o crescimento dos fios”, alerta a dermatologista e tricologista Kédima Nassif, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Associação Brasileira de Restauração Capilar (ABCRC).

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

A própria Ariana Grande, musa-mor do rabo de cavalo, já revelou publicamente que sua marca-registrada afetou seriamente seu cabelo e couro cabeludo. Para reverter o quadro, ela precisou deixar os cabelos soltos por um tempo e se submeter a procedimentos estéticos.

Kédima explica que, para evitar esse tipo de problema, não é necessário abrir mão completamente do rabo de cavalo, apenas tomar alguns cuidados diários para não forçar demais as madeixas.

São eles:

  • Optar por rabos de cavalo mais soltos;
  • Intercalar o penteado com tranças desfiadas;
  • Escolher, sempre, prendedores de tecido;
  • Vez ou outra, resistir à tentação de prender o cabelo para conseguir relaxar o couro cabeludo;
  • Ficar atenta a possíveis quedas exacerbadas dos fios;
  • Caso tenha falhas evidentes, procurar imediatamente um médico. Existem diversas tecnologias que recuperam o crescimento dos fios e, quanto mais cedo o problema for detectado, mais efeitos o tratamento tem.

Mais lidas
Últimas notícias