Atlético-MG bate o Athletico-PR e diminui vantagem para o líder São Paulo

Galo visitou o Furacão e venceu com gol marcado pelo chileno Vargas. Agora são quatro pontos para o Tricolor, que ainda joga na rodada

atualizado 12/12/2020 19:55

Atlético-MG vence o Athletico-PREstadão Conteúdo / JOKA MADRUGA

Em momentos muito diferentes na tabela de classificação, Athletico-PR e Atlético-MG travaram duelo neste sábado (12/12), na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 25.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Confirmando o favoritismo e com o domínio da partida, os mineiros venceram os donos da casa por 1 x 0, com um belo gol do atacante chileno Vargas, em sua terceira partida pela equipe e apresentando o desempenho esperado quando o técnico conterrâneo Jorge Sampaoli decidiu o contratar há 1 mês.

O resultado fora de casa deixou o Atlético-MG na vice-liderança com 46 pontos, quatro a menos que o líder São Paulo, que ainda joga neste domingo contra o Corinthians, enquanto o Athletico-PR amarga a 13.ª posição com 28, apenas quatro a mais que o Vasco, que abre a zona de rebaixamento.

O JOGO – O Atlético-MG mostrou diante do Athletico-PR a sua força ofensiva empregada pelo esquema tático de Sampaoli, que vem preferindo a formação de três atacantes com Keno, Savarino e, nos últimos jogos, com a adição de Vargas.

A velocidade na armação das jogadas e as finalizações acertadas, que rendem ao Atlético-MG o melhor ataque do Brasileirão (44 gols), foram mais uma vez as armas usadas pela equipe de Belo Horizonte, que encontrou o gol vitorioso exatamente dessa forma

Aos 43 minutos do primeiro tempo, Keno puxou o contra-ataque pelo meio, carregou a bola e tocou para Vargas entrar na área pelo lado direito. Mesmo sem muito ângulo, o chileno achou um chute certeiro no ângulo esquerdo do goleiro Santos.

O gol demorou a sair considerando as chances que o Atlético-MG teve no primeiro tempo. Antes do sucesso na finalização, Vargas chegou a marcar um gol em desvio de cabeça, mas foi anulado por impedimento após análise e confirmação do VAR.

Em outra oportunidade para os visitantes, o lateral-esquerdo Abner, do Athletico-PR, obstruiu jogada com o braço e o árbitro marcou pênalti. Keno foi para a cobrança, mas o chute parou na defesa de Santos, que acumula, até agora, três pênaltis defendidos no campeonato.

Com um primeiro tempo praticamente inteiro dominado pela equipe mineira, o segundo foi mais truncado, sem grandes emoções e lances importantes. O destaque da etapa final ficou, de novo, com uma jogada individual de Vargas, que resultou em um golaço. Mas, pela segunda vez na partida, a arbitragem sinalizou impedimento e o VAR confirmou a anulação do gol.

Agora mais perto da primeira posição, o Atlético-MG espera o desfecho da rodada neste domingo para se manter firme no retrovisor na briga pelo título. O próximo jogo da equipe de Sampaoli será um confronto direto justamente contra o líder São Paulo, nesta quarta-feira, na capital paulista. O Athletico-PR, por sua vez, enfrenta o Red Bull Bragantino no próximo domingo, em Bragança Paulista (SP).

Vídeos
Últimas notícias