Veja três dicas para treinar seu cérebro a ter boas noites de sono

Especialista ensina o que fazer para conseguir desligar na hora de dormir e aproveitar melhor o período de descanso

atualizado 28/02/2022 18:48

Mulher negra, sorridente, com um tapa olhos de estampa de abelhas na testa@elizabethscarlett/Instagram/Reprodução

O motivo da sua insônia pode estar ligado àquela sensação de que sua mente não pode desligar. A maneira como descansamos está se alterando e isso pode ser atribuído ao contato constante com luzes de televisões, celulares e tablets.

Em entrevista recente para a rede CNN, o psicólogo clínico e especialista em sono Michael Grandner comentou que precisamos treinar o cérebro para conseguir um descanso com mais qualidade.

Não consegue dormir? Veja 10 dicas para melhorar a qualidade do sono

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
Publicidade do parceiro Metrópoles 6
0

Para o profissional, o sono é adaptável às situações que estabelecemos. “Crie a situação que você deseja, faça isso com frequência e, em pouco tempo, seu cérebro perceberá que isso o ajuda a dormir“, afirma

Veja três recomendações para ter uma noite de sono melhor:

1. Estabeleça uma rotina

De acordo com Grandner, ter um horário padrão para dormir e acordar ajuda a construir um ritmo confiável de sono. O especialista explica que, se as horas de dormir e acordar mudam de um dia para o outro, os ritmos de sono não são previsíveis e o corpo não sabe como responder.

“O cérebro gosta de regularidade e previsibilidade. Acordar no mesmo horário todos os dias e, em seguida, movimentar-se, definirá seus outros ritmos para o dia e aumentará a sua energia e bom humor”, ensina.

2. Saiba quando deitar na cama

Outro dica importante é levantar da cama se não conseguir dormir. O especialista explica que deitar acordado pode encaminhar seu cérebro para uma associação ruim, que gere a insônia crônica. Ao não conseguir pegar no sono e se manter na cama, você pode transformá-la em um lugar de ansiedade.

Além disso, segundo o profissional, relacionar a cama com um espaço para noites adequadas gera benefícios em momentos nos quais o seu sono está desregulado, como viagens. “Digamos que você precise ir para a cama mais cedo. A cama agora terá o poder de ajudar a descansar sua mente acelerada e ajudar que você adormeça”, observa.

3. Dormir como uma prioridade

Dormir deve ser uma prioridade na sua vida, sugere o psicólogo. Ele considera o sono como um aspecto fundamental para um dia produtivo ou agradável. Diante essa avaliação, não devemos priorizar nossas tarefas e atividades e menosprezar o sono.

Para pessoas adultas, ter de sete a oito horas de sono é essencial para descansar adequadamente. Segundo Grander, um dos grandes problemas que temos atualmente é que não nos desconectamos. Isso prejudica nossa mente a ter descanso.

Mais lidas
Últimas notícias