Quando se tem um recém-nascido em casa, pais e responsáveis dificilmente dormem um noite inteira. Essa rotina só deve voltar ao normal após alguns anos. De acordo com uma pesquisa divulgada recentemente, o sono das crianças é regularizado após o sexto aniversário. Para chegar ao resultado, cientistas da Universidade de Warwick, na Inglaterra, estudaram 4.659 pais entre 2008 e 2015.

Segundo os pesquisadores, os três primeiros meses pós-parto são os piores. Depois do nascimento do bebê, mães dormem em média 62 minutos a menos. Os pais, por outro lado, perdem apenas 15 minutos de sono. Seis anos após, mães seguem com atraso de pelo menos 20 minutos – e os pais mantêm os 15. Os principais motivos dessa diferença de tempo são amamentação e o machismo.

“Mães ainda desempenham o papel de cuidado primário, por isso as mulheres sofrem mais interrupção no sono”, explica Sakari Lemona, um dos coordenadores do estudo. “Filhos são uma grande fonte de felicidade para os pais, mas o aumento das responsabilidades diminui as horas dormidas”, diz.