Varíola dos macacos: saiba os principais sintomas e como é tratamento

Ministério da Saúde confirma pelo menos 8 casos da doença no Brasil, e Distrito Federal investiga paciente com sintomas

atualizado 22/06/2022 10:04

varíola dos macacosGettyImages

O governo do Distrito Federal divulgou, nesta terça (21/6), que está investigando um caso suspeito da varíola dos macacos. O paciente é um homem jovem, entre 20 e 29 anos, que está sendo acompanhado pela secretaria de saúde local. Endêmica em parte do continente africano, a doença já está presente em pelo menos 40 países e tem mais de 2 mil diagnósticos confirmados. No Brasil, o Ministério da Saúde já identificou oito casos até o momento.

Apesar de não ser reconhecida como uma condição letal — não há registro de nenhuma morte por causa da doença no atual surto –, a Organização Mundial de Saúde (OMS) deve se reunir na sexta (24/6) para definir se classifica a varíola dos macacos como uma emergência de saúde pública global, mesmo patamar no qual está a Covid-19.

Sintomas

O período de incubação do vírus que provoca a doença varia de sete a 21 dias. Os sintomas costumam aparecer 10 ou 14 dias após o momento da infecção. Os primeiros sinais são febre, mal-estar e dor. Cerca de três dias depois, os pacientes passam a apresentar bolhas pelo corpo – parecidas com as da catapora. A doença termina em um período entre três e quatro semanas.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
0

Como se pega

A transmissão do vírus que causa a varíola dos macacos entre humanos ocorre, principalmente, por meio do contato com secreções respiratórias, lesões de pele das pessoas infectadas ou objetos que tenham sido usados pelos pacientes.

No surto atual, tem se verificado uma prevalência de casos entre homens que fazem sexo com homens. No entanto, até aqui, não há evidências de que a transmissão entre os pacientes tenha sido por via sexual.

“A transmissão padrão é por contato com as lesões e com as secreções respiratórias. A hipótese de contato sexual, até que seja comprovada, só gera preconceito”, comenta a infectologista Ana Helena Germoglio, do Distrito Federal.

Autoridades de saúde pedem que as pessoas que apresentarem mudanças incomuns na pele procurem um médico imediatamente.

Tratamento

Normalmente não é necessário realizar tratamento específico para a varíola dos macacos, pois os sintomas desaparecerem em algumas semanas. O médico, no entanto, pode indicar o uso de medicamentos que aliviam os sintomas.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias