Tratamento inalável deve reduzir formas mais graves de Covid-19

O medicamento SNG001 usa proteína natural. Remédio deve revolucionar a maneira como pacientes hospitalizados são tratados

atualizado 20/07/2020 13:45

teste em laboratório covid-19CDC/Divulgação

Os resultados ainda são preliminares, mas um estudo divulgado pelo laboratório Synairgen, nesta segunda-feira (20/7), aponta que um medicamento reduziria em 79% o risco de se desenvolver uma forma grave do novo coronavírus, que causa a Covid-19.

Intitulado como SNG001, o tratamento é inalável e usa interferon beta, uma proteína natural envolvida na resposta do organismo quando invadido por vírus. O medicamento ainda vai passar por uma revisão entre pares da comunidade científica, mas pode revolucionar a maneira como a Covid-19 é tratada.

0

Especialistas da Universidade de Southampton, que comandam o estudo, fizeram testes com 101 pacientes, de 9 locais no Reino Unido, todos contaminados com o novo coronavírus.

Os resultados apontaram que aqueles que receberam o medicamento têm duas vezes mais chances de se recuperar do que os que receberam um placebo.

No grupo que recebeu o placebo, 6% dos doentes morreram. Já entre os que foram tratados com SNG001, não houve registro de óbitos.

Vírus neutralizado

Os especialistas do laboratório destacaram ainda que o tratamento é capaz de restaurar ” a capacidade dos pulmões de neutralizar o vírus, qualquer mutação do vírus, ou coinfecção por outro vírus respiratório.”

Em nota, o CEO da Synairgen, Richard Marsden, comemorou o resultado dos testes e sinalizou o grande avanço no tratamento de pacientes hospitalizados.

“Estamos todos satisfeitos com os resultados dos testes anunciados hoje, que mostraram que o SNG001 reduziu bastante o número de pacientes  hospitalizados que evoluíram de ‘necessidade de oxigênio’ para ‘necessidade de ventilação'”, explicou.

Marsden também relatou que os pacientes que receberam SNG001 tinham ao menos duas vezes mais chances de se recuperar até o ponto em que suas atividades diárias não eram comprometidas por terem sido infectadas pelo SARS-CoV-2.

“Além disso, o SNG001 reduziu significativamente a falta de ar, um dos principais sintomas do Covid-19 grave. Essa avaliação do SNG001 em pacientes com Covid-19 pode sinalizar um grande avanço no tratamento de pacientes com COVID-19 hospitalizados. Nossos esforços agora estão focados em trabalhar com os reguladores e outros grupos-chave para progredir esse tratamento potencial com Covid-19 o mais rápido possível”, finalizou.

View this post on Instagram

Um medicamento chamado SNG001 reduziria em 79% o risco de se desenvolver uma forma grave da covid-19. É o que apontam os resultados preliminares divulgados nesta segunda-feira (20/7) pelo laboratório britânico Synairgen, que produziu o tratamento. . O SNG001 é inalável e usa interferon beta, uma proteína natural envolvida na resposta do organismo quando invadido por vírus. O estudo agora vai passar por uma revisão entre pares da comunidade científica, mas pode revolucionar a maneira como a covid-19 é tratada. . Vídeo: Kate Gillam/AFPTV/Synairgen/AFP . #Synairgen #SNG001 #vacina #interferon #estudo #coronavirus #pandemia #lockdown #covid_19 #quarentena #isolamento #fiqueemcasa #notícias #metrópoles

A post shared by Metrópoles (@metropoles) on

Últimas notícias