Tipo sanguíneo pode influenciar na chance de pegar coronavírus

Estudo chinês que indica que um dos tipos é mais suscetível à doença ainda é preliminar e não foi revisado pela comunidade científica

atualizado 13/05/2020 18:03

ilustração de coronavírus4X-image/Getty Images

De acordo com um trabalho científico preliminar feito na China no final de março, o tipo sanguíneo pode influenciar na infecção por coronavírus.

Segundo os pesquisadores, que analisaram amostras sanguíneas de 2.173 pacientes, pessoas com sangue do tipo A parecem mais suscetíveis ao Sars-CoV-2, enquanto aqueles com o tipo O seriam mais resistentes. O levantamento ainda não foi revisado pela comunidade científica e, por isso, pode conter erros.

Outro estudo, publicado em abril, mas que também não foi revisado, confirma ter encontrado mais pacientes com tipo sanguíneo A e menos com tipo O entre as pessoas com resultado positivo nos 1.559 indivíduos testados em um hospital de Nova York.

O resultado, entretanto, só foi significativo para pessoas com Rh positivo. O trabalho também não trouxe evidências fortes de associação entre o tipo sanguíneo e o desenvolvimento de casos graves, que levasse à entubação ou morte de pacientes com Covid-19.

A explicação preliminar seria a de que indivíduos com sangue O tem, em seu plasma, anticorpos anti-A e anti-B. O anti-A teria a função de inibir a conexão entre o vírus e a enzima ACE2, usada pelo coronavírus para invadir as células e se multiplicar. Essa teoria foi desenvolvida a partir de informações de um outro estudo com o vírus da Sars, que é muito parecido com o coronavírus que causa a Covid-19.

0

Mais lidas
Últimas notícias