Rússia deve enviar 50 milhões de doses da vacina ao Brasil em novembro

Distribuição depende de aprovação da Anvisa após os resultados da terceira etapa do estudo clínico

atualizado 11/09/2020 14:39

ampolas de vacinaYoungvet/Getty Images

De acordo com o Fundo Soberano da Federação da Rússia, que está à frente das negociações da vacina Sputnik V contra o coronavírus, foi fechado um acordo com o estado da Bahia para o fornecimento de até 50 milhões de doses da imunização.

A expectativa do Fundo é que a vacina comece a ser entregue em novembro, mas sua distribuição depende da aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A imunização ainda está passando pela terceira e última fase do estudo clínico na Rússia, e os resultados preliminares devem ser publicados em outubro ou novembro.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é preciso aguardar pelo menos seis meses para verificar se uma vacina realmente funciona. Os testes da Sputnik V começaram há poucas semanas na Rússia, e o Brasil pretende testar também a imunização na população local, que é etnicamente diferente.

0

Últimas notícias