Rota Itália-São Paulo trouxe coronavírus ao Brasil, aponta estudo

Trabalho publicado no Journal of Travel Medicine mostrou que metade dos primeiros casos de contaminação do país chegou por esta rota

atualizado 27/03/2020 15:01

Um trabalho publicado no Journal of Travel Medicine, da Universidade de Oxford, aponta que o novo coronavírus chegou ao Brasil pela rota Itália-São Paulo, sendo que os vôos de Milão para Guarulhos foram considerados como o principal trajeto usado pelo vírus para se espalhar pela América do Sul.

Os pesquisadores calcularam a incidência do novo vírus em cada um dos 29 países que tinham maior número de casos confirmados até 05/03, data na qual o Brasil ainda não havia registrado transmissão comunitária, e multiplicaram pelo volume de passageiros que chegaram destes países.

A estimativa é que 54,8% dos primeiros casos de contaminação tenham usado a rota Itália-São Paulo. A China seria responsável por 9,3% dos primeiros casos e a França por 8,3%. Embora, os Estados Unidos sejam a principal origem de passageiros vindos de voos internacionais que chegam ao Brasil, o país não teve papel importante na transmissão da doença. “O nosso estudo focou em identificar os principais corredores de contágio”, explicou um dos autores do trabalho, Darlan da Silva Cândido, ao IG.

Últimas notícias