Próxima pandemia pode ser mais letal que Covid, diz criadora de vacina

Sarah Gilbert, que criou a Oxford/AstraZeneca teme que esforços contra o novo coronavírus sejam perdidos sem financiamento adequado

atualizado 06/12/2021 12:39

Sarah Gilbert, professoraUniversidade de Oxford

Novos vírus poderão provocar pandemias mais letais do que a da Covid-19, caso os avanços feitos no combate ao novo coronavírus sejam desperdiçados, afirmou a criadora da vacina Oxford/AstraZeneca, Sarah Gilbert, nesta segunda-feira (6/12).

“Esta não será a última vez que um vírus ameaçará nossas vidas e nosso sustento. A verdade é que o próximo poderia ser pior. Poderia ser mais contagioso, ou mais letal, ou ambos”, disse Gilbert durante a Conferência Richard Dimbleby, na Inglaterra. O evento anual conta com a participação de cientistas, artistas e empresários.

Saiba mais sobre a variante Ômicron do coronavírus:

0

 

A professor de vacinologia da Universidade de Oxford, na Inglaterra, ressaltou a necessidade de mais financiamento para a prevenção de doenças.

“Não podemos permitir uma situação em que passamos por tudo isso e depois descobrimos que ainda não há financiamento para a preparação para uma nova pandemia. Os avanços que fizemos e o conhecimento que adquirimos não devem ser perdidos” disse.

Variante Ômicron

A pesquisadora também falou sobre as descobertas feitas até aqui sobre a recém-descoberta variante Ômicron.

Segundo Sarah, é preciso ter cautela e tomar medidas para desacelerar a disseminação da variante, uma vez que ela contém mutações conhecidas por aumentarem a transmissibilidade do vírus.

“Existem mudanças adicionais que podem significar que os anticorpos induzidos pelas vacinas, ou pela infecção com outras variantes, podem ser menos eficazes na prevenção da infecção com Ômicron”, disse. (Com informações da Agência Reuters)

Mais lidas
Últimas notícias