Profissional de saúde tem reação alérgica grave depois de vacina da Pfizer

Imunizante causou quadros semelhantes em duas pessoas no Reino Unido, e governo pediu quem tem histórico de alergia grave evite a vacina

atualizado 16/12/2020 19:40

Reino Unido inicia vacinação em massa contra o coronavírusLiam McBurney - Pool / Getty Images

Uma profissional de saúde do Alasca, nos Estados Unidos, teve uma reação alérgica severa à vacina da Pfizer contra a Covid-19 e está hospitalizada. A paciente de meia idade não possui histórico de alergia, mas sofreu uma reação anafilática 10 minutos depois de receber a dose do imunizante, que está sendo aplicado de forma emergencial no país.

De acordo com Lindy Jones, diretora de emergência do departamento médico do Barlett Regional Hospital, a profissional foi tratada com epinefrina e a reação, que incluiu falta de ar e vermelhidão, desapareceu minutos depois da aplicação do remédio. A mulher segue internada para observação, e deve ser liberada ainda hoje. “Ela está saudável”, afirma a médica ao jornal americano The New York Times.

A reação já aconteceu com duas pessoas no Reino Unido que também foram imunizadas com a vacina da Pfizer. Os dois pacientes já tinham alergias conhecidas e andavam com uma caneta de epinefrina para controlar reações.

Na ocasião, o governo britânico pediu que pacientes com histórico de alergia grave evitem a imunização, o que foi seguido pelas autoridades americanas.

Jerica Pitts, porta-voz da farmacêutica, afirma que ainda não há detalhes suficientes sobre o caso, mas a empresa está trabalhando com as autoridades de saúde local para entender o que aconteceu.

0

Últimas notícias