Professora de Harvard ensina como fazer meditação na hora de comer

Estar presente no momento pode ajudar a controlar a fome e perceber gatilhos que desencadeiam a compulsão alimentar

atualizado 14/10/2021 12:36

Westend61, Getty Images

Comer enquanto se mexe no celular, ou se assiste a uma série, é um hábito cada vez mais comum. Sem atenção à refeição, é mais fácil ingerir quantidades maiores do que as necessárias, ou atacando a geladeira sem pensar.

A professora Lilian Cheung, do departamento de nutrição da Universidade de Harvard, explica que praticar meditação mindfullness durante a refeição pode ajudar a aproveitar a comida de forma mais saudável. “Consiste em um foco intencional nos seus pensamentos, emoções e sensações físicas no presente“, afirmou a especialista, em entrevista à CNN Internacional.

Alguns estudos mostram que a meditação durante a refeição pode, ainda, ajudar a pessoa a diferenciar a fome física da emocional, diminuir a ansiedade e estresse, promover a perda de peso e até melhorar sintomas gastrointestinais.

Quer começar? A primeira dica é esquecer qualquer aparelho eletrônico quando se sentar na mesa. É importante estar em um local silencioso (pode ser até no sofá, se é onde você costuma comer) e prestar atenção primeiro no cheiro da comida, na cor, e nas sensações que o alimento traz quando entra na boca.

É quente? Frio? Qual é a textura? Quais sabores você sente? A professora afirma que é importante ainda pensar de onde veio a comida, e expressar gratidão pelos elementos ambientais e pessoas envolvidas “na jornada” do alimento até o prato.

Ela sugere que se comece aos poucos, reservando uma refeição por semana e expandindo a frequência da meditação para outros dias. Cheung diz que qualquer tempo é melhor do que nada: mesmo se a rotina for corrida e só sobrarem 10 minutos para o almoço, a meditação pode ajudar.

Respire fundo

Caso você se sinta impaciente durante a refeição, a professora ensina a respirar fundo e tentar voltar a atenção para a comida, optando por garfadas menores e dando tempo para a mastigação. Comer devagar pode ajudar a reconhecer o ponto de satisfação e evitar exageros.

“Comer acompanhado também é encorajado. Meditação não significa que você tem que comer em silêncio. Tente reservar alguns momentos no começo da refeição: sorria para as outras pessoas, expresse sua gratidão pela comida e pela companhia, e tente dar as primeiras mordidas sem falar com ninguém, focando na experiência”, sugere Cheung.

Últimas notícias