Por causa da Covid-19, mortes por HIV, malária e tuberculose podem aumentar

Atraso no tratamento e sobrecarga no sistema de saúde por conta da pandemia deve influenciar nos óbitos pelas três doenças, diz pesquisa

atualizado 14/07/2020 17:34

Pandemia - Coronavirus - Hospital - Com 18 mortes, DF chega a 772 óbitos por Covid-19. São 65.928 infectadosRafaela Felicciano/Metrópoles

Segundo um estudo feito pelo Imperial College London, no Reino Unido, publicado pela revista científica The Lancet nessa segunda-feira (13/7), a pandemia de coronavírus pode ter consequências também em outras doenças. O artigo afirma que mortes por HIV, tuberculose e malária devem aumentar em 10%, 20% e 36%, respectivamente, nos próximos cinco anos pela interrupção no tratamento e superlotação dos serviços de saúde.

Nos países mais pobres, a situação é pior, e a situação para os pacientes com essas doenças pode ser semelhante à dos com Covid-19.

“Em países com alto índice de malária e grandes epidemias de HIV e tuberculose, até mesmo interrupções de curto prazo podem ter consequências devastadoras para milhões de pessoas que dependem de programas para controlar e tratar essas doenças”, alerta o co-autor da pesquisa, Timothy Hallett, em declaração à imprensa. Segundo ele, o cenário pode ser transformado caso o atendimento no serviço de saúde seja mantido e medidas preventivas contra o coronavírus sejam adotadas.

“Em países fortemente afetados por HIV, tuberculose e malária, a Covid-19 pode resultar na reversão de muitos anos de ganhos duramente conquistados”, diz Peter Sands, diretor executivo do Fundo de Combate à Aids, Tuberculose e Malária, em um comentário publicado junto ao artigo.

Com informações da revista Galileu

0

Últimas notícias