Planos da Amil e da Assefaz tiram rede D´Or da lista de credenciados

A suspensão do atendimento afeta cerca de 70 mil moradores do DF, segundo estimativa do mercado. Santa Lúcia fica como hospital referenciado

iStockiStock

atualizado 12/06/2019 8:46

A rede D´Or São Luiz está temporariamente descredenciada pelo plano de saúde Assefaz (Fundação Assistencial dos Servidores do Ministério da Fazenda) e parte dos clientes da Amil não poderá ser atendida pelo Hospital Santa Luzia, que integra o grupo, a partir do próximo dia 21 de junho. A suspensão do atendimento afeta pelo menos 70 mil moradores do Distrito Federal, segundo estimativas do mercado.

O rompimento da Assefaz com a rede D´Or aconteceu em janeiro de 2019 e, de acordo com a operadora do plano de saúde, deve-se a uma divergência em relação ao sistema de compensação financeira dos serviços prestados. Segundo a Assefaz, o sistema de cobrança “fee for service” – no qual todos os custos do usuário são arcados pelo plano de saúde da porta para dentro do hospital – adotado pela Rede D´Or, tornou-se economicamente insustentável.

Em nota, a Assefaz afirma: “Tal descredenciamento se deu pela necessidade de mudar a forma de remuneração dos serviços prestados, ‘fee for service’, que não é mais suportado por planos de saúde, pois aumenta em demasia as despesas hospitalares, tornando-se insustentável. A forma buscada é o captation, entre outros, que estamos realizando com os demais prestadores, não aceitos pela rede D’Or.”

No caso da Amil, a suspensão dos serviços é restrita aos clientes que possuem assistência médica válida para o Hospital Santa Luzia. Os usuários podem consultar se estão sujeitos ou não à restrição no link Mudanças na rede credenciada. No DF, a rede D´Or é representada pelos hospitais Santa Luzia, Santa Helena e Hospital do Coração do Brasil e, mais recententemente, pelo DF Star – centro clínico de luxo recentemente inaugurado.

Tanto a Assefaz quanto a Amil estão encaminhando os usuários para os hospitais do Grupo Santa. No caso do plano de saúde dos servidores do Ministério da Fazenda, a indicação é para os hospitais Santa Lúcia, Santa Lúcia Norte e Maria Auxiliadora. No caso dos clientes Amil que eram atendidos pelo Santa Luzia, o direcionamento é para o Hospital Santa Lúcia.

A rede D’Or São Luiz ressalta que está aberta e em busca de entendimento comercial para manter e ampliar o atendimento. Por isso, mantém o diálogo com todas as operadoras, tendo como prioridade buscar as melhores opções em prol do setor e do paciente.

Últimas notícias