Pesquisa brasileira vai estudar Covid-19 em pets de cinco capitais

Levantamento vai fazer testes nos animais de tutores que estejam com o vírus para obter mais informações sobre risco de transmissão

atualizado 26/10/2020 13:28

CachorroReprodução/ FreePik

Depois de o primeiro pet ser diagnosticado com coronavírus no Brasil (uma gata, em Cuiabá), a Universidade Federal do Paraná (UFPR) divulgou que fará um estudo para entender melhor a relação entre os animais e a Covid-19 e o risco de transmissão.

A ideia é coletar cerca de mil amostras de cães e gatos cujos tutores estejam com a doença em cinco capitais brasileiras (Curitiba, Belo Horizonte, Campo Grande, Recife e São Paulo) até o final de 2020. O levantamento é financiado pelo Ministério da Saúde e pelo CNPq.

Tutores que queiram participar devem entrar em contato com a universidade pelo email [email protected] Serão recolhidas duas amostras com um intervalo de sete dias, apenas de pets de pessoas que estejam em isolamento domiciliar por conta da doença. Caso o resultado seja positivo, o tutor será informado, e se a casa tiver outros animais, eles também serão testados.

A indicação para evitar que pets sejam contaminados é proibir que gatos saiam de casa e manter o distanciamento social enquanto se passeia com cachorros. Interações com outras pessoas e animais não são recomendadas.

0

Últimas notícias