metropoles.com

Pesquisa aponta que 11,3% dos brasileiros têm depressão. Saiba sinais

Levantamento do Ministério da Saúde mostra que mulheres são mais afetadas por homens e percentual varia entre os estados

atualizado

Compartilhar notícia

iStock
depressao
1 de 1 depressao - Foto: iStock

Uma pesquisa encomendada pelo Ministério da Saúde mostra que 11,3% dos brasileiros foram diagnosticados com depressão em 2021. O estudo Vigitel é feito por telefone periodicamente e sua última versão foi divulgada em 7/4.

Os resultados mostram que mais mulheres são diagnosticadas (14,7%) do que homens (7,3%), e que há diferenças regionais entre os moradores das 27 capitais do país. Há mais mulheres com depressão em Belo Horizonte (MG, 23%) e Campo Grande (MS, 21,3%) do que em Belém (PA, 8%) e São Luís (MA, 9,6%).

Entre os homens, a prevalência é maior em Porto Alegre (RS, 15,7%) e Florianópolis (SC, 12,9%), e menor em Salvador (BA, 4,2%) e Rio Branco (AC, 4,3%). Em geral, a cidade com mais casos é Porto Alegre (17,5%) e a com menos, Belém (7,2%).

O estudo não sugere explicações para os resultados, mas um levantamento da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostra que, durante a pandemia, as mulheres tiveram a saúde mental mais afetada que os homens. Segundo o órgão internacional, as responsabilidades de cuidado caíram sobre elas, além de serem mais frágeis economicamente, por recebem salários mais baixos.

0

Os sintomas mais comuns que podem indicar a depressão incluem:

1. Sensação de vazio ou tristeza

A presença do vazio ou tristeza geralmente manifesta-se através de um rosto triste, olhos caídos olhando para o nada, sem brilho e tronco curvado. É ainda frequente que a pessoa tenha crises de choro ou que chore muito facilmente, tendo falas voltadas para o pessimismo, culpa e baixa autoestima.

É ainda comum apresentar um sentimento de inutilidade e, por isso, pessoas que estão desenvolvendo a depressão apresentam vontade de isolar-se dos amigos e da família.

As pessoas que possuem depressão afirmam sentir uma tristeza diferente do “normal”, que é acompanhada por uma sensação de vazio, apatia, desinteresse e falta de vontade para realizar as atividades.

2. Falta de vontade para realizar atividades que davam prazer

Este é o principal sintoma da depressão e está presente desde o início da doença, podendo se agravar à medida que o transtorno evolui.

3. Falta de energia e cansaço constante

A falta de energia e o cansaço constante, que tornas penosos a realização de atividades diárias como higiene pessoal, se alimentar, ir à escola ou trabalho, podem indicar depressão. Além disso, a falta de motivação é um sinal de que a depressão está evoluindo.

4. Irritabilidade

Devido à tristeza profunda, é comum manifestar irritabilidade e ataques de raiva, que incluem tremores, vontade incontrolável de gritar e suor em excesso. Sintomas de ansiedade e angústia também são comuns.

5. Dores e alterações no corpo

A depressão pode causar dor de cabeça constante, devido às noites mal dormidas e às alterações do humor. Em alguns casos, pode ocorrer queda de cabelo, unhas fracas, pernas inchadas e dor nas costas e estômago. Vômitos e tremores também são conhecidos sintomas psicossomáticos.

6. Problemas de sono

É comum que, em casos de depressão, a pessoa apresente insônia terminal. Neste tipo, não existe problema para adormecer, no entanto a pessoa acorda de madrugada, por volta das 3h ou 4h da manhã e não consegue voltar a dormir.

A falta de apetite e alteração do peso durante a depressão é resultado de todos os outros sintomas juntos, pois a pessoa não tem energia para se levantar, sente dores, está irritada e com sono, por exemplo.

As alterações de peso ocorrem pela baixa produção de serotonina no corpo, que também é a responsável pela absorção de nutrientes.

8. Falta de concentração

Durante a depressão, pode surgir falta de concentração, acompanhada de perda de memória, pensamentos negativos persistentes e indecisão que afeta o trabalho, escola e interações pessoais.

9. Pensamento de morte e suicídio

O conjunto de todos os sintomas da depressão pode fazer com que a pessoa tenha pensamentos de morte e suicídio, isso porque os sentimentos experimentados nesta doença passam a sensação de que não vale a pena estar vivo, considerando essa uma solução para escapar da situação em que se encontra.

O abuso no uso de álcool e drogas acontece pela presença de sentimentos como a tristeza e angústia profunda.

No entanto, nem todas as pessoas com depressão desenvolvem esse sintoma e, por isso, é importante estar atento a qualquer mudança repentina do estado de ânimo que poderia indicar uma atitude aditiva.

11. Lentidão

O transtorno depressivo pode, algumas vezes, interferir na atividade mental e motora, o que pode fazer com que a pessoa fique mais agitada ou mais lenta, sendo a última situação mais comum. Dessa forma, a depressão pode afetar o pensamento, os movimentos e a forma de falar do paciente. (Com informações do portal Tua Saúde)

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?