“Ômicron causará quinta onda massiva”, diz ministro da Saúde alemão

Epidemiologista Karl Lauterbach prevê que a chegada da variante Ômicron no país provocará um novo pico na pandemia

atualizado 17/12/2021 16:53

Covid-19Viktor Forgacs/ Unsplash

O ministro da Saúde alemão, Karl Lauterbach, declarou, nesta sexta-feira (17/12), esperar uma “quinta onda massiva” da pandemia de Covid-19 diante da rápida disseminação da variante Ômicron.

Durante visita a Hannover, o ex-professor de epidemiologia e atual chefe da pasta afirmou ainda que o país deve se preparar para um desafio “como nunca visto antes.”

Segundo o ministro alemão, a previsão é baseada em conversas com representantes do governo do Reino Unido, país que enfrenta um crescimento expressivo de casos de Covid-19.

Sobrecarga nos hospitais

Lauterbach teme que o aumento nas infecções tenha um impacto negativo nas unidades de saúde do país. “Isso representará um enorme desafio para nossos hospitais, nossas unidades de terapia intensiva e para a sociedade como um todo.”

Em relatório divulgado nessa quinta-feira (16/12), o Instituto Robert Koch (RKI), agência estatal de controle e prevenção de doenças da Alemanha, informou que o ritmo de novas infecções não tem diminuído de forma rápida tendo em vista a atual demanda por unidades de terapia intensiva.

O órgão reforçou a necessidade de medidas de prevenção, como o uso de máscaras e o cumprimento das normas de higiene.

Saiba mais sobre a variante Ômicron do coronavírus:

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Mais lidas
Últimas notícias