Laboratório brasileiro cria teste de coronavírus inédito que substitui PCR

Exame detecta proteínas do Sars-CoV-2 de amostras do trato respiratório e pode ser opção para falta de insumos para o teste comum

atualizado 04/06/2020 16:18

realização de testes para detecção do coronavírus em Águas ClarasHugo Barreto/Metrópoles

O Grupo Fleury, uma empresa brasileira de laboratórios, criou um novo tipo de teste para detectar a Covid-19. O exame pode ser uma alternativa ao PCR, análise molecular que enfrenta dificuldade com insumos.

O método procura as proteínas do Sars-CoV-2 e foi desenvolvido em dois meses pela equipe da empresa. O processamento do exame é automatizado e, por isso, os resultados são mais ágeis e há menos risco de contaminação. A amostra coletada na mucosa dos pacientes pode ser transportada em temperatura ambiente, o que permitiria a aplicação do teste em regiões mais afastadas, pois poderia ser transportado para um centro especializado. O laboratório calcula que pode processar mais de 1.500 testes por dia.

“A tecnologia apresenta alta especificidade, o que abre perspectiva para uma alternativa de testagem em massa com alto rendimento, possibilitando encontrar a solução de como fazer a saída gradual e segura do isolamento social”, explica Celso Granato, infectologista e diretor clínico do Grupo Fleury.

0

Últimas notícias