Imperial College: taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil cai para 1,02

Apesar de ter recuado em relação à semana anterior, o índice ainda é considerado alto e indica que a epidemia está em expansão

atualizado 01/12/2020 15:15

Divulgação

Em levantamento divulgado nesta terça-feira (1º/12), o Imperial College de Londres, no Reino Unido, informou que a taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil é de 1,02. O indicador registrou uma queda em relação à última semana, quando havia alcançado 1,3.

A taxa de transmissão é uma das variáveis monitoradas por especialistas para verificar a situação da pandemia de coronavírus. Quando está acima de 1, o número mostra que a transmissão está em expansão – abaixo disso, indica tendência de estabilização. No momento, cada 100 brasileiros infectados pelo vírus transmitem a doença para 102 outros, ou seja, a epidemia ainda está em uma fase considerada de expansão.

Entretanto, a margem de erro do indicador faz com que a taxa de contágio varie entre 1,1 ou 0,94. O atraso nas notificações e o tempo que o vírus demora para desencadear os primeiros sintomas interferem na medição.

Segundo o Imperial College, as maiores taxas de transmissão da semana foram verificadas na Sérvia (1,58) e na Dinamarca (1,49), seguidas pelo Japão (1,4) e Alemanha (1,38). Os dados dos Estados Unidos não foram incluídos no levantamento.

0

Últimas notícias