Transmissão da Covid-19 está desacelerando no Brasil, diz Imperial College

O cálculo da instituição inglesa indica tendência de queda da curva de notificações após 16 semanas seguidas com a taxa acima de 1

atualizado 20/08/2020 11:36

Coronavirus Rodoviaria do plano pilotoRafaela Felicciano/Metrópoles

Pela primeira vez, desde abril, a taxa de transmissão do novo coronavírus no Brasil ficou abaixo de 1, de acordo com o relatório semanal do Imperial College London. O ritmo de contágio (RT) foi calculado em 0,98, segundo boletim da instituição divulgado no último domingo (16/8).

O índice reflete o potencial de propagação de um vírus, indicando quantas pessoas um paciente é capaz de infectar. Abaixo de 1, significa a desaceleração dos novos casos e uma tendência de queda da curva epidemiológica.

O RT mais recente indica que, cada 100 pessoas contaminadas transmitem o vírus para outras 98, essas, por sua vez, para 96 e assim suscetivamente, contribuindo para o declínio das notificações.

De acordo com a instituição, o Brasil e o Chile (0,85) são os únicos países da América Latina nos quais a taxa abaixo de 1. O índice mais elevado foi registrado no Paraguai (1,95).

0

 

 

Últimas notícias