Homem enfia pedaço de dominó no pênis para melhorar masturbação

Após ato sexual, ex-presidiário estadunidense sentiu inchaço intenso na região e precisou ser hospitalizado, mas se recusou a tirar a peça

atualizado 03/05/2021 18:25

peça de dominódomin_domin/GettyImages

Um homem de 41 anos foi internado em Nova York, Estados Unidos, com um inchaço intenso no pênis, causado por um pedaço de peça de dominó. Ex-presidiário, o paciente esculpiu o objeto, em formato de flecha de 1,5 cm, e o inseriu entre a pele e o músculo do pênis, com a ajuda de um lápis. Ele pretendia melhorar a masturbação enquanto estivesse preso.

Dois anos depois, sem sentir nenhuma dor, ele fez sexo e acordou, no dia seguinte, com a região muito inchada. Os médicos notaram que o pênis do paciente estava severamente infectado e machucado, e ele confessou a presença do objeto.

O ex-presidiário foi medicado com antibióticos, mas recusou a cirurgia para retirar o fragmento. Ele voltou ao hospital 18 meses depois, para um retorno, e disse que não sentia dor para urinar ou durante relações sexuais.

O caso foi publicado na revista científica Urology Case Reports. Pesquisadores afirmam que a situação não é comum: pessoas que inserem objetos não esterilizados no pênis normalmente sofrem com problemas nas primeiras semanas.

O paciente em questão provavelmente tem uma alta resistência a infecções, afirmaram.

Últimas notícias