Gato de 4 meses pega coronavírus do tutor e precisa ser sacrificado

Caso aconteceu no Reino Unido. Transmissão de humanos para animais já foi documentada. Não há evidências de que o contrário possa acontecer

atualizado 23/04/2021 15:56

gatosUnsplash

No Reino Unido, um gatinho de apenas quatro meses precisou ser sacrificado após ser contaminado com Covid-19. O animal estava com dificuldade para respirar, e o quadro piorou, com danos irreversíveis aos pulmões. Uma autópsia mostrou sinais da infecção pelo coronavírus.

O dono do gato sentiu os sintomas da Covid-19 um mês antes de o animal começar a apresentar o problema de saúde, mas não foi testado. Segundo cientistas da Universidade de Glasgow, que revisaram o caso, o homem provavelmente passou o vírus para o gato.

Em outro caso, um gato siamês apresentou nariz escorrendo e conjuntivite, enquanto os donos estavam com sintomas da Covid-19. O animal foi atendido por veterinários e se recuperou.

Os pesquisadores dizem que não há evidências que animais contaminados consigam passar o coronavírus para humanos.

O mesmo grupo de cientistas encontrou relatos de casos de animais contaminados em pelo menos 15 países. Além de gatos, cachorros, hamsters e ferrets tiveram a Covid-19. Ainda assim, a contaminação é considerada rara e não se sabe com certeza os efeitos do vírus nos bichos.

0

Últimas notícias