Estudo da USP mostra que chocolate melhora saúde de idosos com câncer

Pesquisa revelou que consumo diário alimento foi capaz de melhorar estado nutricional dos pacientes e diminuir sintomas de dor

atualizado 07/07/2022 12:34

Dia Mundial do Chocolate Arx0nt/Getty Images

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de São Paulo apontou que o consumo de chocolate melhorou a saúde de idosos em estágios avançados de câncer. Publicado na BMC Palliative Care, o trabalho sugere que o consumo de chocolates contribui para melhorar o estado nutricional e a funcionalidade dos pacientes, bem como ajuda a diminuir os sintomas de dor.

A pesquisa contou com 46 pacientes idosos, com idade média de 67 anos, que estavam sob cuidados paliativos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Todos os voluntários receberam tratamento padrão e foram divididos em três grupos: um de pessoas que não comeram chocolate, outro de voluntários que consumiram 25 gramas diárias de chocolate com 55% cacau e o último, no qual os participantes receberam a mesma quantidade de chocolate branco.

Eles consumiram as porções diariamente, ao longo de quatro semanas, e foram avaliados antes e depois deste período. Cerca de 44% dos pacientes estavam em risco de desnutrição ou desnutridos antes do início do trabalho.

“No final do estudo, observamos que os índices das avaliações nutricionais foram aumentados significativamente. A elevação teve significância clínica e não houve indivíduo classificado como desnutrido após a intervenção, evidenciando que, possivelmente, a intervenção pode ser capaz de reduzir a perda de peso em pacientes com câncer em estágio avançado”, relatou Josiane Cheli Vettori, nutricionista e autora principal do estudo.

A pesquisadora acrescenta que a memória afetiva proporcionada pelo alimento também foram um fator positivo para a melhoria do estado de saúde dos pacientes. O chocolate foi escolhido para a realização do estudo devido à sua história na sociedade e por já ter benefícios comprovados para a saúde cardiovascular.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias