metropoles.com

Estados Unidos aprovam antiviral remdesivir contra coronavírus

O medicamento ainda está sendo testado em vários países e apresentou resultados positivos e negativos contra a Covid-19

atualizado

Compartilhar notícia

Myke Sena/Esp. Metrópoles
remédios em fundo azul
1 de 1 remédios em fundo azul - Foto: Myke Sena/Esp. Metrópoles

O FDA, órgão norte-americano equivalente à Anvisa brasileira, aprovou, na tarde desta sexta (01/05), o medicamento antiviral remdesivir para combater o coronavírus.

Produzido pela indústria farmacêutica Gilead Sciences Inc, o remédio foi criado inicialmente para tratar o ebola, não funcionou, mas é usado experimentalmente contra algumas doenças respiratórias. O medicamento não está à venda e deve ser distribuído apenas para hospitais.

O uso do remédio diminuiria o tempo de internação de 15 para 11 dias, mas não apresenta uma cura. A Gilead apresentou bons resultados do remdesivir em uma fase inicial de estudo. Porém, na última quarta (29/04), um grupo de cientistas da China publicou os resultados de um estudo randomizado (com uso de placebos) feito em Wuhan onde não foi detectada diferença nenhuma entre o tempo de internação de quem tomou o remédio ou não. Vários estudos estão sendo realizados com o medicamento no mundo.

A Anvisa emitiu uma nota sobre a aprovação, avisando que está em contato com a Gilead para “acompanhar a evolução dos estudos em andamento”.

O órgão diz que, embora os dados sejam encorajadores, ainda são muito limitados. Porém, caso a eficácia se comprove, a Agência diz poder garantir acesso rápido ao medicamento, apesar de não ter registro no Brasil. A Anvisa diz ainda que não há nenhuma pesquisa clínica sendo feita no país com o remédio no momento.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações