Esfregar coceiras traz maior sensação de alívio que arranhar, diz pesquisa

Segundo cientistas, ação ativa um caminho na medula espinhal que acalma a irritação

atualizado 08/09/2020 18:41

coceirakellykellykelly/istock

Às vezes, parece que só coçando com força um machucado alcançaremos um alivio. Porém, segundo um estudo da Universidade de Miami, publicado no Journal of Neuroscience, esfregar o local é mais eficiente para acabar com a sensação de desconforto.

De acordo com a pesquisa, feita em ratos, além de não danificar a pele, o ato de esfregar ativa um caminho na medula espinhal responsável por diminuir a coceira. O mesmo resultado foi observado quando os cientistas estimularam diretamente os neurônios que percebem a sensibilidade ao toque. Uma vez que eles foram ativados, os animais pararam de se coçar.

“Esfregar e arranhar a pele são formas conhecidas de aliviar a coceira. Nossa hipótese é que o estímulo mecânico pode inibir os sinais de coceira que passam pela medula espinhal”, escrevem os pesquisadores no artigo.

Últimas notícias