Dose única da vacina Johnson é eficaz contra Covid-19, afirma EUA

A FDA, equivalente à Anvisa nos Estados Unidos, atestou a eficácia do imunizante, que deve ser liberado para uso nos próximos dias

atualizado 24/02/2021 12:57

Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

Um relatório elaborado pelo comitê de especialistas da agência Food and Drug Administration (FDA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, e divulgado nesta quarta-feira (24/2), confirmou que a dose única da vacina desenvolvida pela multinacional Johnson & Johnson (J&J) é eficaz e segura para a prevenção da infecção provocada pelo novo coronavírus. A agência deve decidir nos próximos dias se concede autorização para uso emergencial do imunizante no país.

A vacina teve eficácia média de 66% contra as versões moderadas e graves da Covid-19, de acordo com o estudo de fase 3 conduzido pela Janssen, braço farmacêutico da Johnson. A proteção, no entanto, variou nos países em que os testes foram realizados, tendo sido de 72% nos Estados Unidos, 66% na América Latina e 57% na África do Sul. Essa variação normalmente está associada ao tipo de metodologia utilizada nos testes.

Os analistas da agência reguladora dos EUA afirmaram que a vacina não apresenta riscos de segurança para grupos específicos, mas destacaram que aguardam análises adicionais a fim de avaliar se a fórmula funciona para casos assintomáticos da enfermidade.

O documento servirá de base para a reunião de um comitê médico da FDA, que avaliará os dados na próxima sexta-feira (26/2). Se o parecer for favorável, a cúpula da agência pode conceder a autorização para o imunizante ainda neste final de semana. (Com informações do Estadão)

Veja como são as etapas de pesquisa para o desenvolvimento de vacinas:

0

 

 

Últimas notícias