Covid: aprenda a reconhecer um dos primeiros sinais da Ômicron

Além dos sintomas comuns, variante Ômicron apresenta sinais que não foram relatados em outras cepas do coronavírus

atualizado 28/12/2021 13:31

Covid-19Viktor Forgacs/ Unsplash

A variante Ômicron vem se mostrando mais contagiosa do que as outras cepas do Sars-CoV-2. Por isso, é importante conhecer bem os sintomas que a nova versão do coronavírus provoca no corpo humano.

Segundo o jornal britânico The Sun, especialistas sugerem que um dos primeiros sinais de infecção pela variante Ômicron é a voz rouca, surgindo sem que a pessoa tenha gritado ou passado a noite cantando.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Ryan Roach, executivo-chefe da Discovery Health, a maior seguradora privada de saúde da África do Sul, disse que a rouquidão aparece em consequência da sensação de garganta áspera, que é um dos sintomas mais comuns enfrentados por pacientes com a Ômicron.

Principais sintomas da variante Ômicron

Inicialmente, médicos da África do Sul, que lidam há mais tempo com a variante, sugeriram que os sintomas mais comuns apresentados seriam dores no corpo, na cabeça e fadiga.

Parte desses sinais também foram relatados em pessoas infectadas com as outras variantes, como a Delta e a Gama, mas o mal estar físico seria mais pronunciado com a nova cepa.

A médica Angelique Coetzee, responsável por alertar as autoridades de saúde sobre o surgimento da Ômicron, comentou em diversas entrevistas que pacientes com quadros leves se mostravam bastante cansados. A infectologista também notou uma elevação na frequência cardíaca em crianças infectadas.

Além disso, infectologistas sul-africanos identificaram que indivíduos com a Ômicron apresentam suores noturnos, diferentemente do contágio pela Delta.

Mais lidas
Últimas notícias