Covid-19: OMS atualiza recomendações e sugere uso de oxímetro em casa

Agência internacional indica que pacientes internados sejam medicados contra trombose para evitar coágulos

atualizado 26/01/2021 12:11

Oxímetro usado em idosa Getty Images

A Organização Mundial de Saúde (OMS) atualizou, nesta terça-feira (26/1), as recomendações para tratamento de pacientes com Covid-19. Para pessoas que estão doentes com quadro leve e se mantém em casa, a recomendação é que o acompanhamento dos sintomas inclua um oxímetro.

O equipamento é simples, serve para monitorar os níveis de oxigênio no sangue, e deve ter supervisão médica, ainda que à distância.

Outra recomendação da agência internacional é que as pessoas internadas com Covid-19 recebam doses baixas de medicamentos anticoagulantes para evitar quadros de trombose. Vários estudos já relataram a formação de coágulos em mais de um órgão em decorrência da infecção provocada pelo coronavírus.

O corpo técnico também sugere que os médicos coloquem os pacientes de bruços (posição conhecida como pronada), para tentar melhorar o fluxo de oxigênio e ajudar os pulmões.

Covid persistente

A OMS afirmou ainda que deve se reunir no próximo mês para definir os sintomas que caracterizam a Covid persistente, ou Covid longa, e dar um nome à condição. A princípio, pacientes podem sentir fadiga, tosse persistente e cansaço extremo por vários meses.

Mais lidas
Últimas notícias