Covid-19: Fiocruz aponta pedido de uso da vacina como momento histórico

Presidente da fundação, Nísia Trindade Lima, declarou que este é o primeiro passo para a superação da pandemia no Brasil

atualizado 08/01/2021 17:04

SeringaHugo Barreto/Metrópoles

A presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, comemorou a submissão do pedido de uso emergencial da vacina de Oxford/AstraZeneca feito nesta sexta-feira (8/1) à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O Instituto é o responsável, neste primeiro momento, pelo envase das doses. O pedido é referente às 2 milhões de unidades importadas do Instituto Serum, da Índia.

“Este é um momento histórico para a Fiocruz. A submissão desse pedido de autorização para uso emergencial da nossa vacina Covid-19, desenvolvida em parceria com a unidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca, é um passo importante para que possamos ter acessível, no Programa Nacional de Imunizações (PNI), uma vacina eficaz e segura para o Sistema Único de Saúde”, afirma a presidente, em nota publicada no site da entidade.

Para ela, o momento é de lamentar a perda de tantas vidas — o Brasil chegou a 200 mil mortes nessa quinta (7/1) –, mas afirma que o pedido traz esperança de “um caminho ainda a ser trilhado de superação dessa crise”.

Ao chegar no aeroporto do Galeão – a Fiocruz não informou a data para o desembarque do carregamento -, as doses seguirão imediatamente para a fundação para rotulagem e poderão ser distribuídas já no dia seguinte. A Anvisa tem 10 dias para analisar o pedido.

0

Últimas notícias