Coronavírus: prédio é evacuado por suspeita de contágio via canos

Dois moradores que não mantinham contato apresentaram a COVID-19, infecção provocada pelo novo coronavírus

Billy H.C. Kwok/Getty ImagesBilly H.C. Kwok/Getty Images

atualizado 13/02/2020 17:17

As autoridades de saúde de Hong Kong determinaram a evacuação de um prédio da cidade depois que dois moradores apresentaram a COVID-19, infecção provocada pelo novo coronavírus.

Existe a suspeita de que o vírus tenha se espalhado pelo encanamento do edifício, pois os dois vizinhos não mantinham contato. Os pacientes são uma mulher de 62 anos, que mora no 3º andar, e um homem não identificado, que vive no 13º.

Billy H.C. Kwok/Getty Images
Edifício residencial da Hong Mei House em Cheung Hong Estate, no distrito de Tsing Yi

O prédio, Hong Mei House, possui 35 andares e cerca de 100 moradores, mas faz parte de um condomínio maior onde vivem cerca de 3 mil pessoas. A desocupação do edifício foi realizada na terça-feira (11/02/2020).

Durante a epidemia da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars), também em Hong Kong, descobriu-se que o vírus circulava via canos de banheiros por conta da quantidade de casos registrados em um único edifício chamado Amoy Gardens. À época, a Sars infectou 321 moradores do prédio e matou 42.

Últimas notícias